Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cute Panda Life

Be simple. Be original. Be yourself.

My Cute Panda Life

#19 Sweet 14: Viagem a Coimbra

Hi people! Eu não sei se alguma vez vos disse, mas todos os anos na minha escola, os alunos que participam nas Olímpiadas da Matemática vão fazer a última prova do ano à Universidade de Coimbra, almoçamos lá, temos aulas, tudo!

Este ano não foi tanta gente da minha turma, nós em 2014 éramos só eu e mais dois rapazes, mas em 2015 éramos muitos. Este ano não, éramos 5, mas na prática fomos só 4, o outro foi, mas renegou-nos (ainda bem, já que ele me estaga sempre a viagem).

Eu fui com a minha amiga e os rapazes foram à nossa frente, foi mesmo fixe, conversamos, vimos vídeos e quando chegamos à Faculdade fomos para a aula juntos, foi o máximo!

Quando a aula acabou eu fui com o meu ex de mão dada, assim ou caíamos os dois ou não caía nenhum, chegamos ao refeitório, comemos e rimos imenso, foi mesmo fixe, o outro nem apareceu. Demos um abraço de grupo, subimos a escadaria e fomos comer uns gelados, brincamos, rimos mais um bocadinho e fomos à pior parte, fazer a prova. 

Assim que a prova acabou fomos visitar algumas coisas e logo a seguir fomos para a camioneta para voltar a casa, eu fui com o meu ex, e os nossos outros dois amigos foram juntos. Nós os dois, como não podia deixar de ser andamos a conversar, abraçados, de mãos dadas e a dar beijos um no outro o dia inteiro, mas a viagem de regresso foi a mais fofa, ele próprio me sussurrou ao ouvido a dizer que aquela seria a viagem mais fofa da minha vida.

A viagem foi feita de alguns beijos (e que beijos) nas mãos, braços, bochechas, cabeça... demos as mãos, eu com a cabeça no ombro dele, até que houve uma altura em que ele me diz para deitar a cabeça no peito dele e irmos assim, e fomos. Quando estavamos a chegar, demos um beijo na bochecha e um abraço.

Eu, sem dúvida alguma, adorei esta viagem, foi a melhor da minha vida inteira!

 Lição de hoje: Passa os teus dias com quem te faz bem.

Dica de hoje: Aproveita os melhores momentos.

Ontem falei com os miúdos mais amorosos que vi!

Ontem, eu não sei se vos contei do projeto da escola, mas para o caso eu relembro ou conto. A minha stora de inglês esteve a falar com um amiga dela que dá aulas na Inglaterra e fez-nos fazer chamada com eles.

Eu adorei-os, são uns queridos! Lá há muita mistura racial e religiosa, o que torna as coisas ainda mais cativantes porque podemos conhecer outras culturas. Eu fui a primeira a falar com eles, ou seja, fui a primeira que eles conheceram.

Estão na primária, são encantadores e o meu comentário sobre eles depois foi "They are so, so sweet!". Vamos falar o resto do ano com eles e, segundo a stora, no próximo ano há possibilidade de irmos para lá durante uns dias!!!!!!

Mais um sonho tornado realidade, o próximo a ser cumprido é o Erasmus, o meu sonho desde que soube o que era!

 

Greve!!!!

Hi people! Finalmente, este ano letivo, pela primeira vez, houve uma greve na minha escola!!!!!

O que é que significa isto? Vou poder ficar em casa a conversar com uns amigos, e à noite vou ter de ir dormir cedo porque amanhã vou para a Faculdade em Coimbra e tenho de estar ao portão da escola às 07:45!!!!!

Mas pensando no dia de hoje, nem imaginam a minha cara quando saio de casa, chego às bombas da gasolina e vêm uns amigos meus e me dizem "Não há escola!" eu começo a abaná-los, a fazer uma festa e a atraír olhares por todo o lado, mas eu não queria saber, eu estava tão feliz!

Ai, finalemente! Enquanto os outros estão a fazer uma viagem de autocarro para Santiago, não estamos em casa com internet, eu não podia pedir por melhor!

 

#18 Sweet 14: E tudo aquilo acabou

Hi people! Hoje fui a uma visita de estudo à ETAR aqui da zona (experiência a não querer ser revivida ou contada) e durante o caminho, eu e uma amiga minha estivémos a ter umas conversas mais "picantes",  e a relembrar os momentos que cada uma teve ontem enquanto estavamos mergulhadas num trabalho de matemática, fechadas na biblioteca com o grupo.

O certo foi que começamos as duas a ficar com os calores, e continuamos a falar sobre isso, até que um amigo nosso perguntou o que acontecer, contamos o que aconteceu mas sem referir com quem e ele disse-nos "Isso não são calores, são hormonas a fervilhar, a pegar fogo, é excitação". E foi nessa altura que eu parei, pensei e perguntei-me "Terá ele razão?". A visita decorreu, e à vinda para cá estávamos a falar sobre filmes e isso (incluindo cenas picantes outra vez). Foi giro, divertido e tudo mais, mas eu e o meu ex abraçamo-nos de novo e foi milagre não darmos a mão. A minha amiga diz que pode ser do clima, mas que ao mesmo tempo, pode não ser. Ai vida, era tão mais fácil ser bebé outra vez. Fiquei com uma pergunta: Deveria aproveitar ou suprimir a sensação?

 Lição de hoje: A infância e a transição da infância para a adolescência acabaram definitivamente.

Dica de hoje: Aguenta-te e sempre que preciso morde o lábio, se estiveres de calções mexe com a bainha e se estiveres pressiona a unha nos dedos, ajuda e muito.

 

#1 Viciada em música

Acho que já não é surpresa para ninguém que eu sou uma viciada de primeira em música, aliás, nota-se! Dos meus três destaques, os dois primeiros foram sobre música, portanto...

Resolvi então agora, fazer uma rubrica sobre os meus mais recentes vicios musicais. Espero que gostem desta rubrica!

E como não podia de ser, eu trago aqui algumas músicas nas quais eu ando viciada como tudo!

 Eu sei, é muito antiga, tem quase uma década, mas eu continuo a adorá-la, gostei quando saiu, e nos últimos tempos então nem se fala, estou sempre a ouvi-la!

 Eu tenho uma paixão platónica pelo Zayn, acho que já deu para perceber. O certo é que fiquei furiosa quando, neste domingo, estava a ouvir a música na RFM, tudo perfeito, eu com os meus cabelos ao vento enquanto passava à beira-mar em Matosinhos, toda contente, quando percebi que uma parte foi cortada! Mas eu amo a música, especialmente o verso do "In a place that feels the tears, the place you loose your fears". 

 E quando ouvi isto, a minha paixão e o meu amor por ele só cresceram, eu amo a música, a letra, tudo nela é perfeito!

E por enquanto estas são as do top, na próxima semana há mais, espero que tenham gostado aqui da #viciada (para uma pessoa em específico que se estiver a ler isto sabe quem é).

2000 comentários!!!!

Pois é, mais uma meta alcançada, na verdade, há já alguns dias, mas eu não pude fazer o post e honestamente, esqueci-me! Eu sei, eu sei, sou uma cabecinha de vento!

Mas o certo é que mais uma meta chegou, com 366 posts, o que é inacreditável, já que anteriormente quando tinha este número de posts, tinha uns 1000, ou nem isso, obrigada a todos os que comentam o blog, e agradeço também aos que visitam, apoiam e favoritam, àqueles que me subscrevem e fico imensamente grata, já que é uma loucura!

Agradeço-vos imenso a todos, e espero que continuem a acompanhar o meu trabalho, e se vos desiludir alguma vez, digam-me, porque para mim isso é importantíssimo, tenho de saber para tentar melhorar! Obrigada a todos!

 

#17 Sweet 14: A adolescência é confusa

Hi people! Eu não pude ir vir aqui nos últimos tempos, porque o site não conseguia ser aberto, mas agora já está tudo bem! Eu vou continuar com esta nossa rubrica, cá vai mais um episódio que me deu a volta ao cérebro que nem eu sei o que retirei daqui ao certo.

Hoje de tarde fui para a biblioteca fazer um trabalho de matemática (pois é, nem na minha tarde livre tenho paz e sossego), pensei que fosse ser grande seca, mas nem por isso. Éramos três grupos a fazer o trabalho, mas na realidade só fizemos um trabalho porque nos estivemos todos a ajudar uns aos outros.

O certo é que enquanto não chegava a minha vez, eu estava com o meu ex (o da coreografia que nunca chegou a ser feita porque foi cancelada e porque eu faltei no dia da avaliação) a conversarmos e finalmente está tudo mesmo em pratos limpos, acabamos a conversa com um abraço. Entretanto estivemos a conversar mais um bocado, e quando fui eu a ter de ir, como era muita gente eu tive de ficar de pé a escrever, aquilo estava a fazer-me mesmo doer as costas, e ele volta-se e começa a fazer-me uma massagem (estava mesmo bom), eu lá arranjei lugar mas cheguei a um ponto que estava com uma dor no pescoço desgraçada, ele viu-me a mexer no pescoço e começou a fazer-me uma massagem outra vez, e ficamos assim, até que ele se aproxima de mim quase ao meu ouvido e me sussura "Está bom assim? Estás melhor?", o que me fez arrepiar completamente, mas tentei esconder a sensação e respondi-lhe que sim, e que ele podia continuar e ficamos assim.

Quando mais alguns foram embora ele sentou-se ao meu lado, e de repente abraçou-me de lado e eu fiz o mesmo e juntamos as cabeças, passado um bocado ele deu-me um beijo na bochecha e eu retribuí-lhe. Deu-me a mão, eu fiquei mesmo contrangida ao início, mas no fim das contas ficamos assim durante imenso tempo e ele deu-me um beijo na testa, tal como eu. E ficamos assim nos beijos na testa, cara e cabeça, abraçados ou de mãos dadas com as cabeças juntas, tudo muito bem até que de repente ele me põe a mão na perna e me fez carícias por lá, eu juro que nunca me senti assim. 

Eu não só nunca me senti assim, como nunca me portei assim com ninguém (exceto a parte dos abraços e dos beijos na cabeça com o meu irmão) e nunca deixei que houvesse muito contacto, além de que, nem quando namorávamos ele me tratava assim, foi tão esquisito. O certo é que eu gostei e queria repetir, sinto-me esquisita.

 Lição de hoje: A adolescência é confusa e complicada.

Dica de hoje: Deixa-te levar pela corrente.

A música que me fez chorar e que me mudou a vida

Hi people! Já falei desta música uma vez, eu não a ouço muito porque me faz recordar o passado e isso não é bom, mas está na altura de aceitar e de parar de viver agarrada a ele, mas esta música muda uma pessoa, é o hino dos sofredores e ex-sofredores de bullying.

Emocionei-me ao ouvir isto, choro a cada vez que a oiço, porque é emocionante, é uma história de vida e sinceramente, tenho pena de não ter sido mais reproduzida e mais falada, quem já ouviu ficou sensibilizado, e por isso, eu peço para que ouçam a música e prestem atenção a cada palavra porque foi uma música muito emotiva.

 

 

#16 Sweet 14: Nunca faço nada!

Eu não sei se vos contei, mas este verão estava planeado eu ir a um concerto, a uma festa. Tudo bem que ia com a minha mãe (parte chata), nunca esperei ir sair à noite com os meus amigos, até porque como eles próprios me dizem, os meus pais não me deixam ir sair à noite sem eles porque sabem que eu tenho graves problemas com a adrenalina, não tenho autocontrole e porque sabem dos meus "pénaltis"!

O certo, é que eu disso já sabia, já discuti, resmunguei, amuei, isolei-me e tudo mais, mas acabei por me conformar, e o mesmo falo da viagem de finalistas, fiquei chateada por não me deixarem ir, mas mesmo assim, acabei por conseguir levar na desportiva passado um tempo, já desisti.

No entanto, prometeram-me que me iam levar a sair à noite este verão, mais especificamente a um concerto, e adivinhem o que aconteceu hoje? Eles desiludiram-me e disseram que já não vou!

Como já era de esperar desencadeou-se uma discussão cheia de acusações e más respostas, com uma pitada de ameaças para completar, eu juro que me tento portar bem, mas a realidade é que parece que é tudo de propósito para eu não conseguir!

Agora também tenho as pessoas com quem me dou, o facto de ter amigos online, de repente, tornou-se um problema! Mas todos sabemos muito bem que o problema deles não é com as amigas online, porque até hoje, nunca houve problema. O problema deles não são elas, mas ele, a partir do momento em que me comecei a dar com um rapaz online, que não vê quase diáriamente o quão horrível sou em pessoa, estraguei tudo. Dizem que me querem ver feliz, mas privam-me de ter um amigo que quer saber de mim, ao contrário dos que tenho pessoalmente, que não querem saber de mim, dizem que sou horrível e não me ligam, além de passarem a vida a chatear-me e a gozar comigo, portanto chego à conclusão de que os meus únicos verdadeiros amigos são os amigos online, mas isso agora não vem ao acaso.

O certo é que cheguei à conclusão, que ao contrário das minhas amigas, que vão a festas, a discotecas, concertos, festivais de verão e tudo mais, eu não faço nada! E agora vocês perguntam "Mas todas elas fazem isso?", e a resposta é não, mas as que não fazem vão viajar e o máximo de viagem que eu posso fazer é Alentejo, porque de resto, eu nunca, nunca, mas nunca em momento algum faço nada.

 Lição de hoje: As pessoas desiludem-te.

Dica de hoje: Conforma-te de uma vez que só vais fazer alguma coisa interessante no dia em que renunciares à tua vida chata e sem graça.

Pág. 1/4

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D