Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cute Panda Life

Be simple. Be original. Be yourself.

My Cute Panda Life

Dear, Anna

Resolvi trazer uma nova rubrica chamada "Dear, Anna", porquê? É como o diário da minha doença, conto basicamente o que vou passando, já que nos últimos tempos é um pouco impossível guardar tudo para mim.

Chamei-lhe "Dear, Anna" porque, em inglês, as pessoas, ao dizerem anoréxia, parece que dizem "anarexia", então resolvi chamar a esta minha amiga, Anna.

Eu espero que acompanhem e que não seja uma chatice, penso que poderia ajudar alguém e informar as pessoas, sendo que ao mesmo tempo me ajudo.

 

Update | Playlist

Hey there!! Eu não ando tão blogger como antes, desculpem mas a minha disponibilidade não é muita, ainda mais com testes. O conteúdo também não é tão bom como antes, mas eu vou tentar fazer com que dezembro saia melhor.

Eu trago aqui um update das minhas músicas favoritas dos últimos tempos, que tenho ouvido bastante e que me dão diferentes moods.

 Esta música deixa-me num mood de descontração, não sei, associo isto ao lado sensual, primeiro porque aparece no "Magic Mike XXL", segundo, porque o próprio ritmo, a letra mostra esse lado e dá-me uma vontade enorme de dançar!

 

 Esta música, tal como a de cima aparece no "Magic Mike XXL" e eu adoro-a, tenho andado a ouvir algumas músicas dos Backstreet Boys e de todas, esta é a que mais me chama, eu adoro-a!

 

 Esta música dá-me tanta energia, associo-a a "The Red Band Society", o que é normal, já que faz parte da banda sonora. Dá-me tanta motivação e faz-me pensar de forma mais positiva.

 

 A Noah Cyrus, a irmã da Miley Cyrus, surpreendeu-me positivamente, porque do Labrinth já esperava. Elas as duas têm vozes muito parecidas, mas mal ouvi esta música a minha vontade de sair a fazer piruetas surgiu, gostei mesmo muito.

 

 Porquê esta música? Duas palavras: Mackenzie Ziegler. Eu adoro a Mackenzie, como cantora, mas em especial, como bailarina. Soube que ela e o Johnny Orlando estavam a fazer um dueto, e quando saiu eu comecei logo a ouvir, a música tem uma boa vibe e é gira, eu gosto.

 

 Os Simple Plan acertaram em cheio! Esta música lembra-me algo que uma pessoa muito importante e especial na minha vida me disse, a ideia é a mesma. Essa pessoa disse-me "Eu amava que te visses da mesma forma que eu te vejo porque tu és simplesmente um dos seres humanos mais maravilhosos que alguma vez conheci". Esta música tocou-me absolutamente, não significa que tenha que haver um romance, o vídeo não explicita isso, é um vídeo que mostra diferentes relações, podem ser amorosas, familiares, de amigos... 

 A Grace Vanderwall, uma miúda muito doce, adoro a voz dela e a música é muito como eu, por isso eu ouço muito.

 

E por agora é tudo, eu podia por aqui umas outras musiquinhas, mas estou a preparar um post com elas, por isso, se estiverem interessados em ver, já sabem, estejam atentos ;)

TV Show Review | The Red Band Society

Hey there!! Quinta-feira comecei a ver uma série de que ouvi falar chamada "The Red Band Society" e devo dizer, fiquei tão viciada que só não a acabei na sexta porque fui sair, logo vi um pouco sexta e acabei sábado. 

A história é de um grupo de adolescentes que vivem na ala pedriátrica de um hospital em Los Angeles e que convive com tratamentos, enfermeiras, médicos, cirurgias e acima de tudo, vidas bastante complicadas.

Quem conta a história é um rapaz chamado Charlie, está em coma devido a um acidente, ele houve o que toda a gente diz e quando alguém está inconsciente é com ele que fala.

O Leo é um rapaz que sofre de cancro, tem algumas doses de quimioterapia, fez seis cirurgias, sendo que na última amputou uma das pernas, o que o faz ter que fazer fisioterapia.

O Jordi, é o rapaz novo, e tal como o Leo sofre de cancro, é um imigrante ilegal que foi para LA em busca de um melhor tratamento.

O Dash é um rapaz que sofre de doenças pulmonares, tem que respirar a partir de máquinas algumas vezes, caso contrário é incapaz de respirar, o que pode levá-lo à morte.

A Kara é a típica mean girl, foi cheerleader, no entanto caiu e partiu um braço, o que fez com que se descobrisse que ela sofre de um problema no coração, o que faz com que necessite um transplante do coração.

Por fim, temos a Emma, que eu confesso ser a minha preferida e vocês já vão perceber porquê. A Emma foi internada no hospital devido a um distúrbio alimentar, a anorexia. Ela é uma miúda doce, no entanto, não gosta dela própria. É a ex-namorado do Leo.

Eu recomendo esta série ao máximo, especialmente pela mensagem que transmite, quando entras num hospital, a tua vida não acaba, aliás, pode recomeçar porque vais conhecer pessoas que fora dali, nunca seria possível que conhecesses.

 Deixo aqui o trailer, para o caso de verem melhor o que podem esperar da série.

 

O dia em que as aulas de ciências foram a pior das torturas chinesas

Estou no 9º ano, como tal, a matéria lecionada em Ciências é tudo ligado a Medicina, que tal como se sabe aqui, é a minha profissão de sonho. Nunca me senti incomodada numa aula de ciências, mesmo que as minhas notas não correspondessem às espectativas, ciências continuava a ser uma disciplina que não me incomodava. Até hoje.

Demos os distúrbios alimentares e eu vou ter que confessar com a maior da frontalidade possível, eu senti-me torturada. Estão a ver quando vocês têm um problema e as pessoas estão a falar dele sem a mínima noção do que estão a falar? Bem... foi isso que senti.

Custou-me muito, até engolir se tornou complicado, foi incomodativo, ainda que eu tivesse ajuda de um amigo meu que sabia (por ironia do destino ficou ao meu lado na tal maldita aula), foi terrível ouvir uma pessoa que não sabe patavina do que está a dizer, a própria definição dada foi uma verdadeira anedota, poucas palavras, não explicava nada...

Hoje, dia 16 de novembro de 2016 foi o dia em que Ciências passou a ser a pior tortura chinesa existente.

Eu sendo uma ginasta

Hey there!! Hoje eu tive Educação Física e finalmente, estamos a dar algo em que eu sou boa: trampolim e acrobática. Eu adoro estas duas áreas, e também o meu salto em altura.

Resumindo, fiz um montão de saltos no trampolim, fiz espargatas (isso fez muito sucesso), meti o pé na minha própria cabeça, e por fim também fiz o apoio facial invertido, conhecido como pino.

Eu fiz o pino sozinha, o que para mim foi uma vitória, visto que nunca o consegui fazer, eu tenho andado a trabalhar muito! O que eu quero fazer agora é dar uma de Mackenzie Ziegler:

 

Movie Review | Suicide Squad

Hey there!! Este fim-de-semana que passou, como não tinha grandes planos e depois de duas exaustivas semanas, resolvi ver um filme que eu tenho andado para ver desde há imenso tempo, toda a gente que viu me falava muito bem do filme, então isso cativou-me.

A história inicia-se quando o Super Homem morre, o herói nacional está morto e não há ninguém que possa salvar o mundo, por essa razão, Amanda Waller recruta os mais perigosos dos vilões juntos para salvar o mundo. 

A minha personagem favorita foi a Harley Quinn. Anteriormente, ela era conhecida como Harleene Quinzel e era psiquiatra, mas por ter-se apaixonada pelo Joker, este acabou por fazer-lhe uma completa alteração, transformando-a numa psicopata.

A Harley é simplesmente a personagem mais divertida do filme, é maluca, é fofa, tem muita habilidade no combate e acima de tudo, o que a distingue é a ousadia que possui. Identifiquei-me bastante com a Harley nesse aspeto, eu sou maluca e sou ousada, vou-me divertindo, talvez seja uma qualidade, talvez um defeito, talvez até uma caraterística de certas pessoas.

Eu sem dúvida que recomendo este filme pelo facto de nos entreter e nos mostrar as coisas vistas de outra perspetiva, o que pouca gente faz.

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D