Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Cute Panda Life

Be simple. Be original. Be yourself.

My Cute Panda Life

Happy New Year!!

Hey there!! Bem, não apareço aqui aos anos, mas bem, antes demais espero que tenham tido um ótimo Natal e venho aqui desejar-vos umas boas entradas.

Hoje é o último dia de 2016, na minha opinião, passou muito depressa, vivi muita coisa , mas no entanto eu espero que 2017 supere o que foi 2016, quer para mim, quer para todos os que estão a ler isto!

Obrigada por fazerem o meu ano, todos vocês, obrigada pelo apoio que me deram, quero agradecer à Equipa do Sapo por me terem destacado e dar a oportunidade de ser reconhecida, e acreditem, vocês contribuíram para isso.

Bom 2017!!!

 

O balanço do 1º Período

Hey there!! Eu sei que tenho andado mais desaparecidita, mas bem, espero conseguir postar mais durante estas férias.

O 1º período terminou, confesso, nunca tive um período tão bom a nível de felicidade, mas nunca tive um tão mau a nível de notas.

Este período foi o início do meu ano, como sabem eu fui para uma turma diferente, eu sabia que as coisas iam mudar, o que eu não sabia era o quanto.

Conheci a minha macaca, a minha melhor amiga, a companheira das maluquices, uma retardada como eu. Conheci o amor da minha vida, a minha âncora, a pessoa que vai estar aqui não importa o que aconteça, que me ama da forma que sou e aceita cada marca no meu corpo, porque para ele sou a miúda mais linda, inteligente, especial, maravilhosa, lutadora e sexy, sou eu e isso para ele é o suficiente.

Eu conheci muitas mais amizades, faço parte da squad de melhores amigos mais retardada e fofa que alguma vez pude imaginar, além das outras amizades que são do melhor existente.

As minhas notas... essas aí... primeira vez na vida que não vou tirar um único 5 na pauta e estive quase a tirar uma negativa num teste (nunca ia tirar 2 porque a nota do primeiro teste não o permitiria), isso nunca me aconteceu, mas pronto, no próximo período vou trabalhar o máximo possível para alcançar.

Por agora, estou de férias, vou sair umas quantas vezes, mas acima de tudo vou descontrair e descansar o suficiente para estar fresca para enfrentar o próximo ano e tudo o que com ele vier.

 

 

#2 Dear Anna | Eu não estou bem

Dear Anna,

Ele tenta ajudar-me a fazer com que desapareças, mas não dá. Ninguém percebe que não estou bem, e eu tento demonstrá-lo, mas ninguém se dá conta!

Ontem comi à frente dele, fui obrigada, se ele não me tivesse segurado tinha caído pela fraqueza, tu viste! Ele obrigou-me a comer, quanto mais segurava e olhava para aquela maldita metade de pão com manteiga estava e destruir-me, tu sabes que estava! Eu estava a tremer, mas eu comi... Comi aquela porcaria, eu passei por essa tortura!

O que mais me custa no meio disto é a cara dele quando eu como algo diante dele, ele fica tão contente, tão orgulhoso, como se me tivesse curado, como se eu estivesse realmente melhor, mas não é verdade, tu sabes que está longe de ser!

E eu farto-me de lhe dizer, mas ele está tão cego, ele acha que vai conseguir ajudar-me a passar isto e que eu vou melhorar e que tudo vai ser normal e feliz para sempre, mas não é verdade, tu estás aqui na mesma, tu não vais embora assim tão facilmente!

 

#1 Dear Anna | Do início ao presente

Dear Anna,

Não sei porque me fazes isto. Sempre pensei que fossemos amigas, que me estavas a ajudar a melhorar, não podia estar mais enganada...

Eu nunca gostei de mim, sempre me perguntei porque é que nunca fui como as outras. Porque é que eu não podia ter um umbigo como o delas? Porque é que eu não podia ser fininha como elas? Porque é que eu não podia usar roupas como as delas? Porque é que eu não podia ter pernas como as delas? Porque é que eu não podia ter aquela barriga lisa?

Nunca tive a resposta para nenhuma destas perguntas, apenas fui ouvindo palavras como gorda, obesa mórbida, feia, nojenta... outras quantas piores...

No 6º ano reparei que tudo, ou quase tudo o que diziam era verdade. Estava a ver uma série de televisão, ela estava de perna cruzada, e para ela era tão fácil ficar com ela perfeitamente encaixada, olhei para as pernas dela, depois para as minhas, e repeti este processo umas quantas vezes. Cheguei a uma conclusão, tudo o que me tinham dito era verdade, eu era mesmo muito gorda!

No 7º continuei com este pensamento, comecei a comer e a vomitar, mas não foi aí que apareceste. Estávamos no 8º ano, foi aí que chegaste, a ideia de que não era magra o suficiente consumiu-me, comecei a deixar de comer, entretanto comecei a comer pouco depois, tive sempre estas fases.

Agora, ela está com muita força, eu não sei se consigo superar isto, Anna, porquê?

Como tudo muda...

Dia 2 de dezembro deixou de ser um dia banal completamente diferente para mim. As coisas desenrolaram-se naturalmente, quando acordei nunca pensei que as coisas se iam suceder, nem tão cedo, nem tão tarde.

Dia 2 de dezembro ganhou um significado mais importante para mim, soubeste os meus sentimentos sobre ti, soubemos histórias um do outro, acontecimentos que desconheciamos, mas só mudou quando, à noite, me mandaste mensagem e te declaraste, foi aquele "Amo-te muito" que mudou o dia.

Dia 5 de dezembro foi o dia em que foi oficial, logo de manhã pediste-me se namorava contigo, agora estou aqui, estou feliz. Foste o primeiro de verdade, já fizeste muito comigo em apenas dois dias, nomeadamente deste-me alegria, deste-me e das-me, como é óbvio, mas a melhor parte é que me amas.

Eu sei disto, eu abraço-te e o teu coração bate mesmo muito rápido, tu estás sempre preocupado comigo, se como bem, se me sinto bem, se eu quero fazer determinada coisa, tu preocupas-te mesmo muito comigo e eu adoro isso acerca de ti.

 

 

#2 Blogmas | O Brinde ou Consequência

Hey there!!! Hoje fui à cabeleireira arranjar o cabelo e arranjar as unhas, como estamos no Natal...

No Natal, a minha cabeleireira faz umas atividades, este ano foi o "Brinde ou Consequência", a mim saiu-me uma consequência, tirar uma foto divertida.

Foi para a página de Facebook, eu com umas orelhas e óculos de Rodolfo, foi muito giro. 

Porque o Natal também é isto, originalidade.

#1 Blogmas | A minha playlist

E cá estou eu, com mais uma edição do Blogmas por aqui. Ano passado não falhei nenhum ano, e vou comprometer-me a não falhar este ano, nem que programe, não queri falhar com ninguém!

Para o 1º Blogmas venho falar da minha playlist, ou seja, músicas natalícias que eu tenho ouvido e de que gosto. Ontem no update, eu disse-vos que poderia colocar mais umas músicas na playlist, mas quando o ia fazer, lembrei-me que poderia ser um bom post para um futuro Blogmas, e agora cá estamos nós! Mas bem, chegando de palálálá, eu vou-vos mostrar as músicas, que é o que vocês realmente querem ver.

 

 Forever In Your Mind, são uma banda pela qual tenho andado apaixonada. Uma caraterística sobre as músicas deles, é que, para além de natalícias, são românticas ao mesmo tempo, e como eu tenho andado uma lamexas (não me culpem, culpem-no a ele), cá estou eu a ouvir sempre!

 

 Mais uma dos Forever In Your Mind, esta é uma das minhas favoritas, porque além deles cantares, a minha Chloe Lukasiak aparece no videoclip. Na altura, ela e um dos integrantes da banda, o Ricky García namoravam...

 

 EU PROMETO! É a última deles, a mais recente de todas, com um ritmo muito melhor e uma letra com uma vibe muito melhor.

 

 Eu sei, eu tenho andado a ouvir muito Justin Bieber, eu gosto das músicas, dele é que não! Não pensem que eu já não sou eu! Mas a verdade, é que adoro esta música é muito calminha e isso relaxa-me bastante.

 

 Este é o clássico que nunca falta, eu ouço e ouço e ouço, mas não me canso, todo o santo ano, eu faço a playlist e esta nunca muda, está lá sempre! Não gosto muito do original, gosto mais desta, eu devo estar a começar a ter uma crush no Justin Bieber, só pode!

 

 Esta aqui é antiga, ela costuma nunca sair da minha playlist, não sei se a vou ouvir tanto como nos outros anos, mas espero que sim.

 

E pronto, este foi o primeiro Blogmas de 2016!! Espero que tenham gostado, quais são as vossas músicas de Natal favoritas?

Hello, December

Hey there!!! Hoje é dia 1 de dezembro, para além de ser feriado da Restauração da Independência, é o dia 1 de dezembro!

Com o 1º de dezembro inicia-se dezembro, o mês mais bonito do ano, mas também o último.

Tenho quase dois anos de experiência, inacreditável. Com duas identidades, mas sem pausas, foram dois anos. Acho que o facto da minha entrada na blogosfera ter sido em dezembro, faz este mês mais bonito e significativo para mim.

Com estes dois anos, sendo que vou retirar um deles, já que na altura eu fazia parte de uma comunidade específica, dentro da comunidade Sapo. Uma caraterística sobre este bairro, é que os seus habitantes são unidos, independentemente do dia ou do mês, mas algo que torna dezembro mais mágico, é a magia do Natal que se encontra aqui, casas iluminadas, pessoas sempre ali umas para as outras, acho que este mês nos une ainda mais!

Lembro-me de ano passado ter havido Blogmas, todos os dias ia às Leituras ver os posts que outros(as) bloggers tinham escrito, sei que muitos também fizeram o mesmo comigo. Eu tive uma fase complicada, e foram estas pessoas fantásticas que ficaram do meu lado quando todos os outros me deixaram, eu agradeço-vos incondicionalmente por tudo.

Por isso, eu desejo a toda a gente um dezembro recheado do melhor que há e pode ser imaginável, porque para vocês, nada é demais.

 

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D