Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

#16 Sweet 14: Nunca faço nada!

Eu não sei se vos contei, mas este verão estava planeado eu ir a um concerto, a uma festa. Tudo bem que ia com a minha mãe (parte chata), nunca esperei ir sair à noite com os meus amigos, até porque como eles próprios me dizem, os meus pais não me deixam ir sair à noite sem eles porque sabem que eu tenho graves problemas com a adrenalina, não tenho autocontrole e porque sabem dos meus "pénaltis"!

O certo, é que eu disso já sabia, já discuti, resmunguei, amuei, isolei-me e tudo mais, mas acabei por me conformar, e o mesmo falo da viagem de finalistas, fiquei chateada por não me deixarem ir, mas mesmo assim, acabei por conseguir levar na desportiva passado um tempo, já desisti.

No entanto, prometeram-me que me iam levar a sair à noite este verão, mais especificamente a um concerto, e adivinhem o que aconteceu hoje? Eles desiludiram-me e disseram que já não vou!

Como já era de esperar desencadeou-se uma discussão cheia de acusações e más respostas, com uma pitada de ameaças para completar, eu juro que me tento portar bem, mas a realidade é que parece que é tudo de propósito para eu não conseguir!

Agora também tenho as pessoas com quem me dou, o facto de ter amigos online, de repente, tornou-se um problema! Mas todos sabemos muito bem que o problema deles não é com as amigas online, porque até hoje, nunca houve problema. O problema deles não são elas, mas ele, a partir do momento em que me comecei a dar com um rapaz online, que não vê quase diáriamente o quão horrível sou em pessoa, estraguei tudo. Dizem que me querem ver feliz, mas privam-me de ter um amigo que quer saber de mim, ao contrário dos que tenho pessoalmente, que não querem saber de mim, dizem que sou horrível e não me ligam, além de passarem a vida a chatear-me e a gozar comigo, portanto chego à conclusão de que os meus únicos verdadeiros amigos são os amigos online, mas isso agora não vem ao acaso.

O certo é que cheguei à conclusão, que ao contrário das minhas amigas, que vão a festas, a discotecas, concertos, festivais de verão e tudo mais, eu não faço nada! E agora vocês perguntam "Mas todas elas fazem isso?", e a resposta é não, mas as que não fazem vão viajar e o máximo de viagem que eu posso fazer é Alentejo, porque de resto, eu nunca, nunca, mas nunca em momento algum faço nada.

 Lição de hoje: As pessoas desiludem-te.

Dica de hoje: Conforma-te de uma vez que só vais fazer alguma coisa interessante no dia em que renunciares à tua vida chata e sem graça.

Amanhã é segunda-feira...

... e eu não estou nada preparada para isso! Não quero ir às aulas, não quero ficar em casa, só quero desaparecer, vou receber a nota do mini-teste de matemática, que correu lindamente, só que não!

Mas ao contrário da última vez, desta vez eu tenho uma desculpa plausível, em minha defesa eu fui para o hospital no dia anterior, fui cedada, dormi o resto do dia quase todo, só acordei quando eram horas de jantar, não tive tempo para estudar, e nem cabeça para isso. 

Não estou com paciência para ir para Geografia, e muito menos para Físico-Química, não quero encarar a stora de EV e ir às aulas dela, estou demasiado mal-disposta e com dores para isso.

Só espero que faça sol, quero levar calções amanhã, já sei até quais vou levar. É, acho que deu para perceber que calções, t-shirts que descaem o ombro por serem largas, ténis, jeans e botas de cano baixo são as minhas paixões no que se trata de roupa!

Mas pronto, desejo é que amanhã eu consiga ter um dia bom, já que sexta não foi nada de especial, e este fim-de-semana tão pouco!

 

Review | Dirty Grandpa

Hi people! Há umas semanas que estou para fazer aminha review sobre este filme, mas tenho-me esquecido, e não passa de hoje!

No outro dia estive a ver este filme, que andei meses e meses a fio a tentar ver, até que finalmente consegui arranjar um vídeo com uma boa qualidade e umas legendas razoáveis.

O filme atraíu-me só pela sinopse que ouvi, além de que conta com o Zac Efron e com o Robert De Niro, dois atores que admiro imenso.

Adorei a história, adorei ver aquela viagem, as noites de prisão, as festas, e quando acabei de ver o filme pude afirmar aquilo que já suspeitava antes de o ver: Eu adorava, amava, desejava ter um avô como aqueles (apesar de o meu não ser muito diferente).

Eu não vou dizer muito, mas o que posso dizer-vos é que recomendo que vejam o filme, e aquilo que eu retirei é que uma viagem pode mudar uma vida e alterar as nossas escolhas!

 

Porque o primeiro amor não se esquece...

Não é bem assim, mas pronto! Já sei, já sei, título clichê, já mais que visto, pouco ou nada original, e provavelmente já muitos estão a fechar o separador, mas acho que querem ver um post da vossa viciada falsa britânica em música, não é?

Bem, venho falar-vos do meu primeiro amor, mas não é daquelas histórias de seca e todas românticas, pelo contrário, não vos venho contar o meu verdadeiro primeiro amor porque eu tenho dois, mas esquecendo e avançando essa parte porque já estou a falar, quer dizer, escrever demais e sobre assuntos paralelos ao que eu quero escrever neste post!

Eu venho contar-vos o meu "primeiro amor", ou seja, o meu primeiro amor no que se trata de cantores, e antes que comecem já a mandar palpites, não foi o Justin Bieber, ou o Shawn Mendes. Para quem fala dos One Direction está correto, mas foi só um, e agora destona a maionese, antes que comecem a pensar, não é o Harry, ou o Niall, mas o meu querido Zayn.

Eu adoro o Zayn, ele é tão giro, e canta tão bem, e tem música tão boa! Não imaginam o que foi quando ele saiu dos 1D, eu fiquei tão triste... e não, já agora aproveito para esclarecer que não cortei os pulsos ou cortei o meu braço para escrever Zayn no meu braço, isso é de loucos! Eu só fiz um corte profundo e deixei o sangue todo escorrer para uma taça e escrevi com esse sangue "ZAYN" em todo o meu corpo e tirei fotografia, metia-a no Twitter e identifiquei-o! Calma, calma, antes de pensarem em denunciar o caso às autoridades quero informar-vos de que estava a brincar, não sou assim tão psicópata!

De qualquer das maneiras vocês não imaginam a minha cara quando saiu a "Pillowtalk", eu ia tendo um ataque nervoso de tanta felicidade, nomeadamente quando ouvi a música! E quando no outro saiu a "Like I Would", eu estava a passar-me! Estas são duas das minhas três músicas preferidas que ele tem, a outra não tem nada a ver com este estilo, cliquei acidentalmente porque não fazia tenções de ouvir, mas não me arrependo, é tão linda! O nome dela é "Fool For You", eu estou sempre a ouvir estas três, de todas, são as minhas favoritas! Só espero é que a Gigi tome bem conta do meu Zayn, senão estamos mal!

Quem é que tem o Zayn como primeiro amor musical?

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D