Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

#14 Sweet 14: Acabou aqui!

Hi people! Como vocês bem sabem, eu não sou daquelas pessoas que quer saber mesmo do que os outros pensam, é claro que me importo em certos casos, mas na generalidade sou mais descontraída que isso.

Como também já contei, eu estou com uns problemas de saúde não identificados, e por vezes, isso acaba por se revelar involuntáriamente. Hoje, apesar de ter tomado uns comprimidos (e de ter dormido muito bem, mas isso já é um aparte), continuei com algumas dores, no entanto, tentei não ligar muito a isso.

Apesar de ter tido esse cuidado redobrado, em História tive um dor forte e queixei-me silenciosamente com o intuito de os elementos do grupo com quem estou a trabalhar não dessem por nada e não fizessem drama, mas falhei com sucesso essa "missão". Começou toda a gente a fazer alarido, e finalmente chegaram ao assunto que eu mais detesto, a minha "gravidez". Eu estou cansada disto, constantemente bocas, e finalmente rebentei e avisei que eu não ia tolerar mais o que se andava a passar, e que se fosse assim, eu retribuíria e elas detestariam. Há coisas que não se fazem, e compreendi finalmente que elas não são mesmo minhas amigas, caso contrário, não se punham com estas acusações. Eu estou doente, e elas riem e gozam, se fosse com elas, tínhamos o caldo entornado!

 Lição de hoje: Existe um início, um meio e nesse meio existe coisas boas e más, mas há que haver tolerância, e depois existe um fim, que surge quando a tolerância se esgota.

Dica de hoje: Whatever.

#12 Sweet 14: O meu futuro sou eu que o escolho!

Hi people! Hoje estávamos a falar sobre as dúvidas existênciais e perguntaram-me porque é que desisti do volley, sendo que, eu adorava aquilo e disse que queria competir. Eu basicamente, desisti do volley não só porque detestava a treinadora, mas também porque já não era o mesmo, eu falava de desistir com os meus pais, mas eles não me deixavam, eu tentei fazer-lhes a vontade, mas só recebia resposta como "De dia para dia essas manchetes estão a piorar cada vez mais!", "Quando é que vais finalmente para de brincar?", "Vamos lá Isabela, despacha-te!" ou até mesmo "Mas o que é que se passa contigo? Não corres, não te esforças, não dás toques na bola, dás-lhe palmadas, não arbitras bem, serves cada vez pior, será que podes começar a deixar de brincar e podemos jogar a sério?".

Eu começava a ficar cansada, e um dia voltei-me e disse que desistia e que não aguentava mais, e a treinadora veio fazer queixinhas à minha mãe, mas eu não quero saber! E agora vieram julgar-me e eu passei-me e disse com todas as letras "O meu futuro sou eu que o escolho, podem obrigar-me, mas eu ainda faço pior! E vocês não têm remédio sem ser aceitar, eu não quero e não preciso disto para nada!".

Há cá cada um, os meus pais ficaram fulos, tentaram convencer-me a voltar a trás, mas lá aceitaram e agora vêm-me estes!

 Lição de hoje: Ignora os comentários.

Dica de hoje: Revira os olhos, sorri irónico, só mostres que não te afeta, não explodas (como eu).

Não, ninguém aqui tem uma mente divergente!

Hi people! Isto das mentes divergentes é o clássico do meu stor de Geografia, ele diz sempre "Tens uma mente divergente!" ou então diz "Tens uma mente convergente!". Raras são as vezes que ele não nos diz isto quando nos manda ler as nossas respostas ou comentar alguma coisa.

Mais uma vez ele disse isso e eu cheguei a uma simples conclusão, ninguém na minha turma tem uma mente divergente, ou convergente, já que maior parte das pessoas nem sequer sabe o que isso significa! Nós não somos divergentes, nem convergentes, nós simplesmente não sabemos a matéria, e depois temos aqueles que se safam e dão respostas longas para o stor se confundir e achar que está certo, e aqueles que não se safam e que só dizem a mesma coisa.

Contei esta conclusão a uns amigos, as respostas que obtive foram "Bem visto!".

Quem mais é "divergente" ou "convergente" quando tem de dar as respostas?

#9 Sweet 14: Eu tentei!

Hoje foi um dia em que tive estudar, mas tive um grave problema, a concentração! Eu estava com os livros abertos, tentava passar as definições, lia o que dizia no livro, fazia exercícios, mas de pouco ou nada o meu esforço deve ter servido, eu juro que eu tentei!

Mas sabem o que vos digo? Não quero saber, estou cansada das aulas, cansada de estudar, cansada de aturar os sermões dos stores, cansada dos trabalhos, preciso urgentemente das minhas férias, estou completamente estourada!

Amanhã eu conto-vos como correu o teste, mas eu já tenho a minha ideia pré-concebida de que de certeza que não vai sair dali grande coisa, mas pronto!

 Lição de hoje: Não te forces a fazer algo que de pouco ou nada vai servir.

Dica de hoje: Se estás estafada, esquece, continua, que se lixe!

 

Eu juro que se o ano não acaba depressa eu dou em maluca!

Hi people! Não sei se sou a única, mas já não consigo ouvir mais a campainha, levantar cedo, ter os testes e os trabalhos todos misturados e com datas coincidentes, já não aguento ouvir os meus pais a dizerem-me constantemente "Não te vejo a estudar!" ou então "Tens teste amanhã!" ou até mesmo "Põe-te fina porque se não subires as notas este período as tuas férias de verão não vão ser como as de ano passado!".

Estou cansada da rotina e da falta dela ao mesmo tempo. O problema da escola é que nos obrigam a ir lá todos os dias, e chega a uma altura em que a rotina aborrece, torna-se estafante e entediante.

Só de pensar que os meus testes todos até agora me correram como uma desgraça, eu nem quero imaginar os que se seguem. Amanhã tenho teste de Geografia, é bom que seja um teste fácil porque a matéria que sai é muito extensa e variada.

Só de pensar que amanhã tenho o teste de Geografia, disciplina essa que eu detesto, mas que últimamente tem sido a única em que eu realmente me safo, até me dá ainda mais naúseas! Mas há que pensar que podia ser pior, por exemplo, teste de Matemática, que apesar de ser uma das minhas disciplinas favoritas tem sido um pouco complicada, e ao dizer isto lembro-me que tenho de fazer um trabalho muito rapidamente porque caso contrário, não vai estar pronto dentro do prazo e além do mais tenho teste sexta-feira! Podia ser o teste de História, discipina que eu odeio e que tenho duas semanas para fazer um trabalho maior que sabe-se lá o quê, tendo em conta que o teste foi uma desgraça!

É melhor parar de reclamar, senão ainda vêm os meus pais dar-me na cabeça e cortar-me a net só para eu não poder vir para aqui!

Moral da história: Se eles fizerem isso eu chumbo a Geografia de propósito (se bem que é impossível porque a minha nota já não pode descer mais, e não é por ser baixa, mas por ter tirado a nota máxima nos dois primeiros períodos, além do mais o meu chumbar é um Bom+, portanto nada feito).

 

#6 Sweet 14: Ri-me da stora de ciências na cara dela

Hi people! Tal como diz o texto, hoje, durante a aula de ciências, eu ri-me na cara da stora de ciências. Estavamos a falar da reciclagem e no meio das explicações todas ao micro-promenor a stora volta-se e põe-se com aquelas explicações mirambulantes. Ano passado era geologia que nós dávamos e ela estava constantemente a explicar coisas com os livros, as laranjas que trazia, as mesas e até plasticinas que ela pedia para trazermos, além das lendárias "realidades imaginárias", como foi o caso de hoje.

Ela volta-se e diz "Sou uma fábrica de papel!" eu conti-me, mas quando olhei para a minha colega do lado ela olha para mim, eu volto a olhar para a stora e parto-me a rir, sendo que sou seguida pelo turno todo.

A stora não levou a mal, até se riu do que disse, porque na verdade ela queria dizer que tinha uma fábrica de papel, e não que ela era uma.

 Lição de hoje: NUNCA, mas NUNCA, em situação alguma rias de alguma stora na cara dela, no meu caso correu bem, mas poderia ter corrido mal.

Dica de hoje: Para evitares que isso aconteça, NUNCA, mas mesmo NUNCA, em situação alguma olhes para a tua colega do lado, que é tua amiga, corres o risco de te rires efetivamente com alguma das expressões que eventualmente ela possa fazer.

 

E conseguimos!

Hi people! Demoramos quase um ano letivo, mas acho que agora estamos a levar a nossa DT a um esgotamento nervoso, 3ª-feira deixou-nos sair 15 minutos antes, ontem deixou-nos sair 10 minutos antes, e hoje deixou-nos sair outra vez 10 minutos antes, disse que não havia mais nada a dizer e que já nem aguentava olhar para nós, para sairmos.

 

A semana foi a 1ª mas já parecia a última

Esta semana, como todos sabem, foi a 1ª semana de aulas do 3º e último período. No entanto, a mim e aos meus colegas pareceu-nos a última.

Começámos as aulas segunda normalmente, mas ao longo da semana ainda era tudo como na última, muito liberal, com alguns discursos apenas, nada muito sério, além de que ontem nem sequer houve aulas.

Pode ter sido a 1ª semana, mas nem tpc's tivemos, portanto... parece mesmo a última semana!

As minhas aulas de português

Hi people! Bem, hoje vim contar-vos a minha aula de português, que foi no mínimo... estranha a níveis de conteúdo por não ter nada a ver com a matéria.

Num momento estávamos a falar de um livro, e no outro estávamos a falar de tabaco, droga, comprimidos, alcoól e sexo. Yup, estivemos a falar disto, tudo a ver com a matéria!

A stora contou-nos que um colega dela quando explicou como se punha um preservativo à direção de turma, pegou num stick de hoquéi e ensinou os alunos todos, a direção achou um ultraje, foi uma aula de partir a rir!

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D