Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Eu quero ver o filme!

Como já não deve ser novidade, o nome filme de animação da Disney Pixar chegou às salas de cinema portuguesas. E de que filme falo? "Finding Dory", uma sequela do sucesso das bilheteiras "Finding Nemo" (2003).

Eu mal posso esperar por ver o filme, eu vi o Nemo tantas vezes e sempre gostei tanto da Dory (eu também não sou muito boa em lembrar-me de coisas), mal posso esperar para ver a Dory. Com isto só tenho uma coisa a perguntar: É demasiado tarde para encontrar a Dory?

 Quem está ansioso como eu? Vão ver o filme?

Movie Review | 50 Shades of Grey

Hi guys! É verdade, depois de meses à procura, uma espera angustiante e comentários negativos sobre o filme, finalmente tirei a prova do 9. Ontem estive a ver o filme, nada cortado, tudo direitinho.

É assim, o filme em si, não era nada assim de tão extraordinário, mas no geral eu gostei! Suas mentes poluídas que pensam que eu gostei por ser um filme erótico e considerado por muitos como um fime pornográfico, não foi isso que me fez gostar do filme.

Eu gostei do filme pela história, o conteúdo, que esclareço que não é pornográfico. O filme é muito em torno do mundo BDSM, mas também de relacionamentos. É verdade, a relação entre Anastasia Steele e Christian Grey não é das mais convencional e isso é bastante abordado por ela.

O que é que mais gostei e menos gostei do filme? Detestei  Anastasia, simplesmente detestei, muito sem sal, falta de essência, irritante, inconveniente, merecedora de ser chicoteada, até eu tinha vontade de o fazer!

O que mais gostei? Se detestei a Anastasia, adorei o Christian. Revejo-me muito no olhar e na postura que ele adota, partilho algumas ideias com ele. Ele tem essência, tem história, tem um passado complicado que o fez tornar-se no que se tornou e em quem se tornou.

Se mudava alguma coisa? Sim, a Anastasia, não falo da atriz, a Dakota Johnson fez um excelente trabalho, mudava sim a personalidade da Anastasia.

Quem já viu o filme gostou, ou faz parte do grupo de pessoas que desgostou do filme? Para os fãs, o que mais gostaram e qual a vossa persoonagem favorita?

 

Movie Review | O Lado Bom da Vida

Hi guys! No outro dia estive a ver o filme "O Lado Bom da Vida", um filme que deveras gostei e que dei umas boas risadas.

O filme fala de um homem que ao apanhar a esposa, Nikki, com o professor de História do liceu onde dá aulas no chuveiro, o agride até quase à morte e é então levado para uma Clínica Psiquiátrica.

O filme começa com Patrick, mais conhecido como Pat (Bradley Cooper), volta para casa para viver com a sua mãe e com o seu pai (Robert De Niro). Durante o seu processo de reintegração na sociedade e com tratamentos psiquiátricos, Pat conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher atraente e com problemas devido à morte de Tommy, o seu falecido marido.

E mais não digo, para saberem  o que acontece têm de ver, posso dizer-vos que é o máximo e que eu adorei o filme (tem a minha J-Law, como não amar?)!

 

Movie and Book Review | The DUFF

Como prometido, cá está o meu feedback do filme, mas também do livro que me fez perceber que o rótulo que existe em todos os grupos, quer seja popular ou não, há sempre um(a) Duff.

 

Quanto ao filme...

 

Eu gostei do filme, foi porreiro, mas ainda assim podia ter sido bem melhor, penso que a questão que se expõe no livro não é bem abordada no filme, é falso, aliás. Inventaram personagens, tornaram-no num filme perfeitinho da Disney com um começo típico do ponto de vista da personagem principal, que se depara com uma situação na vida dela que ela quer mudar a todo o custo, vai pedir ajuda ao popularzinho, sofre os dilemas todos e mais alguns, tem a sua parte emocional e por fim tudo corre bem para ela.

Não foi grande coisa, mas ainda assim precisei de ler o livro para tirar a prova dos 9, e foi o que fiz, percebendo assim que o filme é uma porcaria e uma deceção.

 

Quanto ao livro...

Depois do filme, li o livro e foi aí que realmente me identifiquei e parei para pensar. Bianca Piper é uma miúda que vive rodeada das melhores amigas, duas miúdas incrivelmente bonitas e cobiçadas, Jessica e Casey. 

Foi o livro que me fez perceber o que a minha amiga me quis dizer com "Não podes cometer o mesmo erro que a Bianca", a Bianca tinha problemas e arranjava os seus escapes para fugir aos problemas, usando assim o popular da escola, Wesley Rush.

Amei o livro, realmente tocou-me, fez-me pensar, em circunstâncias como eu, ela fez o mesmo, o que me faz sentir menos culpada porque percebo que não sou a única e não me sinto tão mal.

Portanto o que mais gostei do livro foi o facto da Bianca ter cometido os erros todos e mais alguns e ter refletido sobre isso, porque temos pensamentos iguais praticamente, mas ela ainda é pior.

Aconselho então que leiam para perceberem aquela crítica dos rótulos, aconselho mesmo.

 

Me Before You

Eu mal posso esperar por este filme sair e eu poder ir vê-lo, para começar porque gostei do trailler, porque tem a "Photograph" na banda sonora e porque como protagonista temos o meu querido Sam Claflin (Finnick Odair nos Hunger Games para quem não sabe).

Eu já queria ver este filme por estas razões todas, mas cada vez mais estou ansiosa. Ontem estava no Meo Music e nos Destaques estava a "Not Today" dos Imagine Dragons que também integram a banda sonora do filme.

Já ouviram? Eu vou deixar aqui em baixo para verem, depois digam o que acharam se quiserem, eu pessoalmente adorei a letra e a música, aviso que não tem nada a ver com o que meu estilo, mas eu não consigo evitar apaixonar-me cada vez mais pela música quando a oiço, ponto para os Imagine Dragons!

 

Acho que vou ver, porque não?

Ano passado saiu no dia dos namorados saiu o filme mais polémico que eu já conheci "50 Shades Of Grey". Eu tinha 12 anos, obviamente nem sequer pensei em ver o filme, mas agora que fiz 14 ando viciada na música e pensei, qual é o problema de eu ver o filme?

O meu pai diz que devemos ver todo o tipo de filmes, para podermos comentar o que achamos e se gostamos, para poder falar de tudo e também para sermos intelectuais. Qual seria o problema de eu, uma adolescente de 14 anos recém-cumpridos ver o filme e ler o livro que o inspirou?

Isto das idades é muito relativo, eu vi o American Pie, vi a Ressaca, vi esses filmes todos, filmes esses que tinha bolinha vermelha, mas não posso ver aquele filme. Qual o problema? Nenhum, portanto vou ver se vejo o filme e depois comento.

Vamos deixar que as coisas aconteçam, nada de pressionar nada, lema dos 14 anos. "Deixa passar, deixa andar, just don't even worry about it.

Tag: The Hunger Games

Raquel nomeou-me há já algum tempo para fazer esta tag e eu não hesitei em aceitar o desafio, afinal é a minha saga favorita, a minha distopia, aquela que eu nunca vou esquecer e da qual sinto falta incondicionalmente, a Raquel sabe disso, falamos a respeito do assunto imensas vezes. Mas deixando-nos de conversas de chacha e passando ao que importa, cá vai!

 

Parte 1: Isso ou Aquilo

 

- Gale ou Peeta

 

Sem nem sequer hesitar e sem sequer pensar duas vezes já tenho a resposta na ponta da língua. Peeta Mellark. Porquê? Simples, eu nunca fui muito com a cara do Gale e não gosto muito da atitude dele, confesso. O problema do Gale é que ele e eu somos muito parecidos, é como diz a Katniss, ela não precisa do fogo do Gale porque tem o próprio fogo, assim como eu. O que nós precisamos é do dente de leão, que significa renascimento em vez de destruíção, a garantia de que a vida pode continuar não importa o que aconteça. Eu preciso de alguém me dê estabilidade, me apoie e esteja ali sempre, que sempre que pergunte "Ficas comigo?" me responda "Sempre" e me abrace, alguém me dê segurança e me derreta o iceberg que há em mim, que deite abaixo aquela barreira, que me acalme e que me faça feliz. Preciso de um Peeta na minha vida, não de um Gale, preciso do meu oposto e não do meu idêntico.

 

- O estilo louco da Effie ou simples como Cinna

Cinna! A Effie é muito fútil, quer saber muito das aparências e é muito preocupada com essas coisas, o Cinna é mais descontraído, simples e pouco quer saber sobre isso, a prova é que morreu por aquilo em que acreditava, não olhou para trás, não hesitou em fazer aquele vestido, sabendo que seria o último. A Effie é muito espalhafatosa e eu gosto da simplicidade, portanto reforço a ideia do Cinna.

 

- Vida na capital ou se arriscar nos distritos

É assim, o problema do Capitólio é que aquele conforto é demasiado e eu não sei se seria capaz de viver no meio de tanta falsidade e excentridade, portanto acho que me ficaria por um dos distritos. Mesmo que passasse fome, acho que seria mais útil para mim que ficar sem fazer nada, apenas a usufruir de tudo enquanto os outros não têm nada!

 

- Pão do Distrito 11 ou o ensopado da capital

Pão do Distrito 11, primeiro porque não gosto do ensopado do Capitólio, porque é de borrego e eu não gosto nem um pouco. Além do mais, pão tem mais sustento e é vida, acho que se todos tivermos pão e água sobrevivemos, senão acreditarem perguntem à Katniss!

 

- Habilidades de arco e flecha da Katniss ou habilidades de luta com facas do Cato

A habilidade do Cato é a espada, a luta das facas é com a Clove. Mas ainda assim preferia o arco e flecha. Eu tenho alguma habilidade, tenho pontaria, a minha família alentejana é toda mineiros e caçadores essencialmente, logo...

Arco e flecha tem a vantagem de poder ser feito ao longe, não é necessário haver combate corpo a corpo, ao contrário das facas, o arco e flecha acaba por ser melhor nesse aspeto, pode ser disparado de vários ângulos.

 

- Dom de camuflagem do Peeta ou dom de escalada da Rue

Bem Peeta, tu sabes que te amo e que és o meu "papá" mas vou ser sincera, apesar de teres sobrevivido por tanto tempo enquanto estavas camuflado, a escalada seria melhor para mim porque se for só pela camuflagem, não há sítio para fugir se for apanhada, já com a escalada da Rue... No entanto eu vou quebrar as regras, escolho as duas, ser-me-iam bastante úteis juntas!

 

- Tornar-se um Avox ou ser picado por uma teleguiada

Eu sei que ser picada por vespas-batedoras deveria ser horrível, elas soltam veneno que alteram as memórias, mesmo que recupere será definitivo, o veneno estará empraguenado no meu cérebro sempre e teria sempre aqueles flashes, poderia matar alguém durante esse tempo. Mas ao mesmo tempo tornar-me uma Avox seria terrível, ser-me tirada a língua era horrível nunca mais falaria, custar-me-ia a comer e a engolir e estaria sempre à mercê do Capitólio, eu li os livros, e acreditem em mim, o Capitólio tem diversas maneiras de torturar alguém, sendo que nenhuma delas é menos dolorosa. Ao ler o livro, o Peeta deixou transparecer as dores que tinha enquanto tinha um flash e tentava lutar contra isso, doía-lhe imenso a cabeça, ele estava mal e era quase incontrolável. Sei a dor que o Darius e Pollux tiveram ao serem Avox, nomeadamente a Lavínia também sofreu muito. Eles morreram das piores formas, segundo o Peeta e segundo a Johanna, foi bem descrito e eu fiquei a odiar cada vez mais o regime ditador que eles em que eles viviam. Acho que a ser uma dessas, eu preferia ser picada por vespas-batedoras, não se é menos doloroso, mas é possível de contornar, tem um retorno.

 

- Juntar forças com os carreiristas ou correr para as colinas

Eu pessoalmente não quereria ter aliados, muito menos os carreiristas. Eles são criados para irem para os Jogos, têm sede de sangue, basta olhar para o Cato, para a Clove, para a Enobaria e para o Brutus, o olhar deles é assustador. O Cato não tinha piedade de ninguém, a Clove disse à Katnis algo arrepiante e assustador "Eu matei a tua amiguinha, como é que ela se chamava, Katniss? Rue, era esse o nome dela! Não te preocupes eu vou acabar contigo tal como acabei com ela e logo depois vou acabar com o namoradinho!". A Enobaria ficou conhecida por rasgar a garganta de um dos Tributos e resolveu afiar todos os dentes para o poder fazer nos 75º Jogos da Fome, o Brutus olhava ameaçadoramente para todos, ele quis a Katniss nos carreiristas ao ver a habilidade com o arco que ela tem, portanto nunca me uniria com os carreiristas! Falei apenas dos Tributos do Distrito 2 porque são os piores, os mais implacáveis e impiedosos devido ao facto de eles serem treinados para serem Soldados da Paz e servirem o Capitólio, os do Distrito 1 não eram uma opção, a juntar-me a algum carreirista seria sem dúvida do Distrito 4, que são de todos eles, os mais tranquilos. Portanto eu fugiria sozinha para as colinas, não queria criar aliados, afeiçoar-me-ia a eles e teria de os matar, não queria passar por essa angustia, se não me afeiçoasse a eles, custar-me-ia menos!

 

- Quem é mais fofa? Prim ou Rue?

São diferentes, mas fiquei muito triste com a morte de ambas. Enquanto que a Prim disse com todas as letras "Tenta ganhar!" a Rue disse em lágrimas, enquanto morria "Tu tens de ganhar!". Isso marcou-me, a Prim é menos sofrida, a Rue era só mais uma irmã mais velha que trabalhava arduamente para sustentar a família, assim como a Katniss. Não consigo escolher uma, sou muito Prim, mas muito Rue.

 

- Correr para a cornucópia ou correr para as colinas?

Se eu fosse Tributo do 12, aquilo que o Haymitch, a Katniss e o Peeta me diriam seria "Mantém-te longe da Cornucópia!", eu provavelmente pensaria nisso, mas ficar sem armas não me parece uma boa solução, portanto acho que se desse uma corridinha e se soubesse passar despercebida eu apanharia um arco e flechas, e logo a seguir iria para as colinas a correr, precisava de uma mochila pelo menos. Ao menos sabia quer a água lá dentro era pura, porque nunca se pode confiar em nada do que encontramos na Arena, muitas vezes a água é usada para matar Tributos, portanto eu acho que o que eu faria era ir à Cornucópia rapidinho, ou então não arriscaria, não sei bem, mas há partida arriscava a vida na Cornucópia tentando passar ilesa do banho de sangue.

 

Parte 2: Escolhas e Discussões

 

- Quem é seu personagem favorito na trilogia e por que?

Não consigo escolher um, tenho quatro, eu sei, é demasiado! Eu adoro a Katniss porque ela é como eu, revolutcionária, mente independente e faz tudo para proteger os que ama, ela é determinada e sinto-me muito identificada com ela! Gosto muito do Peeta, porque ele é bom em discursar como eu, é meio filosófico e eu também, além de que temos alguns aspetos parecidos que serão ocultados por mim, não têm de saber tudo, tudinho! Terceira personagem, Finnick Odair, eu adoro o Finnick! A história dele é triste, foi obrigado a prostituir-se, foi o culpado por a Annie ter ido para os Jogos, viveu com muita mágoa, admiro-o acima de tudo! E por fim a Johanna, é destemida, diz o que pensa e não quer saber das consequências, é meia maluca, e eu gosto disso nela!

 

- Um personagem que causou boa impressão

Finnick Odair, eu apaixonei-me por ele assim que o vi, assim que ele veio oferecer um cubo de açúcar, foi aí que a minha paixão platónica por ele começou, e só cresceu mais quando ele salvou o meu "papá".

 

- Se você pudesse escolher uma arma nos jogos, qual seria e por que?

Arco e flecha, porque tenho jeito, tenho pontaria e poderia disparar sem ser notada.

 

- Qual sua opinião sobre o elenco do filme Jogos Vorazes?

São todos ótimos, mas de todos eles, os que mais se destacaram foram os três protagonistas, a Jennifer Lawrence, o Josh Hutcherson e o Liam Hemsworth, por interpretações memoráveis e inspiradoras, realistas, e também pela amizade que possuem entre eles, são verdadeiros, são amigos, não são do tipo de pessoas que quando as câmaras se desligam vai cada um para o seu lado, são um espécie de friendship goals!

 

Qual tributo é mais parecido com você e por que?

Acho que sou uma mistura da Katniss e do Peeta, quer fisicamente, quer psicológicamente. Se a filha deles continuar com o filme, eu faço a audição, sou a Willow (segundo a tia Suzzi é assim que ela se chama), e também já me disseram que eu sou muito parecida com ambos. Tenho o cabelo da Katniss e os olhos do Peeta, tenho a habilidade do arco e da flecha como a Katniss e o poder da manipulação como o Peeta fez com os carreiristas, tenho uma alma revolucionário como a Katniss e o poder das palavras do Peeta.

 

- Se imagine nos jogos. Você ficaria sozinho ou teria aliados, qual seria sua estratégia?

Tal como já disse anteriormente, ficaria sozinha, nunca confiaria nos meus aliados porque é como o Haymitch diz "Não é sobre confiar nos aliados que fazes que estamos a falar, mas sim sobre sobriver!". Eu nunca conseguiria confiar cegamente neles sabendo que quando tivesse de ser me matariam, mas nem é tanto por aí, é que eu não me queria afeiçoar a eles porque sei que mais tarde ou mais cedo eu teria que os matar, se não me afeiçoar a ninguém, não custa tanto!

 

- Qual a cena você estava mais ansioso para ver no filme Jogos Vorazes? E qual para Em Chamas?

Eu vi o primeiro filme e estava ansiosa por ver a dinâmica, os Jogos, conhecer as personagens, ter aquele primeiro contacto e ao longo do filme eu queria saber como é que o Peeta e a Katniss sobreviveriam, como é que a Rue morreria, como é que apenas um sobreviveria! Quanto ao Catching Fire eu estava à espera de ver o que tinha acontecido à Katniss e ao Peeta, como estava a ser a vida depois daquelas experiências traumáticas todas, como estava a ser a nova vida deles. Além de que quando soube dos Jogos eu quis saber como é que as coisas aconteceriam, o quão traumático seria reviver tudo de novo, como agiriam no momento!

 

Parte 3: Sobre a Trilogia

- Qual seu livro favorito da trilogia?

O primeiro é tipo o primeiro, amei os detalhes, o primeiro contacto, além do segundo, não consigo escolher um destes dois!

 

- Quanto tempo você duraria nos Jogos Vorazes?

Não sei, disseram-me que eu ganharia se fosse, que com o meu instinto e com as minhas habilidades sobreviveria, mas eu não sei se ganhava, ou melhor tenho a certeza que não ganhava. Ninguém ganha os Jogos, ninguém é um vencedor, ninguém consegue sair daquele comboio de novo, ninguém consegue viver em paz de novo, o que há são apenas sobreviventes que vivem de visitas ao Capitólio e são obrigados a fazer o que não querem, caso contrário eles mesmos ou os mais próximos deles, os mais importantes para eles pagam (perguntem ao Finnick, ao Haymitch e até mesmo à Johanna, eles logo vos dizem), eles têm uma boa vida repleta de condições nos respetivos Distritos, vivem na Vila dos Vitoriosos, com dinheiro e produtos vindos do Capitólio, com uma boa casa, mas nunca em paz porque as experiências traumatizantes estão com eles, as mortes ficaram na mente deles e atormentam-nos dia e noite, os pesadelos estão lá, e isso não é viver em paz. Eu sei que mesmo que sobrevivesse eu deixaria de ser 100% eu, nunca voltaria a ser mesma, morreria nos Jogos mesmo que saísse deles viva.

 

- Qual a coisa mais estranha que você achou que aconteceria nos livros e não aconteceu (ou você não esperava e aconteceu)?

Esperava que a Katniss tivesse outras atitudes, esperava que ela enlouquecesse, que o Peeta viesse do Capitólio completamente alterado, nunca esperei o plano que havia por trás no Catching Fire e que deixassem o Peeta para trás.

 

- Como você foi apresentado à Jogos Vorazes?

Eu já conhecia, os meus pais falavam disso, os meus amigos também, mas foi a minha melhor amiga que me convenceu a ver quando deu na SIC, e honestamente não me arrependo de ter visto, nem um pouquinho.

 

- Momento favorito em Jogos Vorazes (apenas no primeiro)

Quando a Katniss se voluntaria, ou a entrevista do Peeta, no livro teve uma cena muito engraçada entre a Katniss e o Peeta em que ela lhe lava a roupa e lhe passa um casaco para ele tirar as cuecas e ela as lavar sem o ver nu, mas ele volta-se e diz-lhe "Eu não me importo que me vejas nu!" e ela olha para ele e responde-lhe "És como a minha família, tu não te importas mas eu importo-me!". Além de que também adorei quando eles desafiaram o Capitólio usando as camarinhas da noite.

 

- Vilão Favorito

O Presidente Coriolanus Snow, é o único, temos também a Presidente Alma Coin, mas o problema é que falar de um reflete o outro, portanto, acho que são os dois.

 

- Qual distrito você gostaria de morar?

É assim, o 12 não me parece de todo mau, o 4 era perfeito, mas tem peixe e eu não gosto, apesar de amar o mar. O 12 seria uma boa opção.

 

- Qual o momento mais emotivo nos livros?

Há muitos, mas a morte da Rue, do Finnick e da Prim foram aquelas que mexeram comigo. Depois também teve a quase morte do Peeta que me fez ficar em choque por momentos.

 

- Que objeto da sua casa você levaria para a Arena com você?

O amuleto da minha família, era importante tê-lo comigo, lembrar-me-ia que teria de voltar por eles, que eles precisam de mim!

 

- Qual o plano mais diabólico que alguém planejou nos livros?

Torturar o Peeta de forma a que ele pense que a culpada de tudo é a Katniss, alterar as memórias dele quanto a ela, fazê-lo ter ódio dela, transformando-o assim numa arma criada pelo Capitólio para matar a Katniss.

 

Nomeio quem for fã e quiser fazer, no caso de algumas leitoras quiserem responder podem fazê-lo nos comentários, eu adoraria saber as vossas respostas e opiniões!

 

Review | American Pie: The Reunion

Ontem à noite estive a ver o American Pie, ou melhor, acabei a saga (o que me deixa triste porque gostava que houvessem mais filmes).

Basicamente, foi muito do que costuma ser. O grupo não avisa ao Stifler que vem para o encontro da turma de 99. O Jim faz asneira como sempre e o Sr. Noah Levenstein aconselha-o. Mas há muita coisa a mudar.

Assistimos neste filme a vários casamentos e passados deixados para trás, as dificuldades no casamento da Michelle e do Jim são notáveis devido ao nascimento do filho de ambos. Neste filme a mãe do Jim está morta, e isso acaba por ser bom porque caso contrário o Sr. Noah Levenstein nunca teria despertado aquele seu lado selvagem dos anos 70, ou melhor, o Stifler nunca teria conseguido despertar esse lado selvagem com a ajuda de uns bons shots.

O que eu mais gostei foi de o Stifler ter tido a oportunidade de se vingar do Finch, que em todos os filmes "comia" a mãe dele. Desta vez, foi ao contrário, já que a mãe do Stifler estava mais interessada noutras paisagens, o Stifler é que "comeu" a mãe do Finch, o que foi engraçado porque ele teve a mesma reação do Stifler quando aquilo estava para a acontecer.

Acho que já deu para perceber quem é a minha personagem favorita! Eu gostava de ter um amigo/amiga como ele, que me metia em confusões engraçadas mas que me ajudava sempre a remediar tudo! Ah, sem tirar o facto de que ter um amigo/amiga que dá umas festas como as dele não era de todo nada mau, pelo contrário, eu adoraria!

Quem é que já viu o filme? Gostaram?

 

 

Ontem vi o "The Revenant" e confesso que gostei...

Hi everybody! Como sabem o "The Revenant" é um filme que foi premiado ontem, e como tal eu vi-o devido a ser muito falado. Vi o filme e, sinceramente, não achei nada de especial, não desgostei, mas não foi um daqueles filmes que quero repetir tão cedo.

A história até é porreira, o DiCaprio esteve muito bem na atuação, e os efeitos especiais estão muito bons. Em síntese, não foi mau, mas não foi o que esperei.

 

52 Semanas | Semana 8: Os melhores filmes infantis que já vi foram...

Hi everybody! É verdade, é verdade, a 8ª semana já cá canta e, sinceramente, acho que o tempo até passa mais rapidamente ao fazer este desafio, não sei, tenho essa sensação.

52 semanas.jpg

 

  • Mulan

Desde pequenina que gosto da Mulan, adorei o facto de ela ter provado que uma mulher consegue e pode fazer tanto quanto um homem.

 

  • Rei Leão

Lembro-me que a história me tocava e sempre vi quando dava na televisão!

 

  • Frozen

Tornou-se irritante, mas gostei quando vi pela primeira vez, amor de irmãs sempre!

 

  • Spirit

Vi o filme milhares de vezes e, da última vez, chorei. Adoro este filme!

 

  • Sherek

Vi todos os filmes sem exceção, milhões de vezes, ao ponto de já saber as falas todas!

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D