Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Dia da Mulher. Sim e então?

Toda a gente sabe que sou uma feminista de mão cheia, mas não vou aplaudir o Dia da Mulher, porque o que para muitos pode ser um grande avanço para o reconhecimento da igualdade das mulheres, para mim não basta de uma data que marca a morte de mulheres queimadas numa fábrica porque estavam a manifestar-se devido às más condições de trabalho.

Todo o santo ano falamos do mesmo, dia 8 de março é dia da mulher, mas e o resto dos dias? Não contam? Os outros 364 dias não contam? Para mim não faz muito sentido. Afinal, até este dia e depois, e quem sabe no próprio, milhares de mulheres são vítimas de discriminação salarial, mas o que para mim é mais preocupante que o dinheiro, é que milhares de mulheres sofrem de violência doméstica, e não é o dia 8 de março que vai mudar isso.

Recentemente, houve uma grande polémica com o caso do eurodeputado polaco (eu não me estou a lembrar do nome dele), o homem que para quem não ouviu falar, disse com todo o orgulho que as mulheres são mais fracas e menos inteligentes que o homem. 

Por muitos a mulher é vista como fraca, mas isso não corresponde à verdade, e as mulheres que vivem na miséria e fazem de tudo para alimentar os filhos? E aquelas que sofrem de violência doméstica e aguentam caladas? Essas mulheres são mulheres fortes! A força não é apenas física, como muita gente que anda para aí pensa, mas sim psicológica, nós somos mais fortes que o que pensamos, quem suporta situações difíceis é forte!

Nós não somos menos inteligentes, não somos estúpidas ou burras, podemos fazer-nos de tal, para ignorar certas situações, fugir a confusões ou porque não nos queremos manifestar, mas nós percebemos o que se passa e é por isso que hoje em vão havendo cada vez mais mulheres em cargos importantíssimos ligados à ciência, às artes, à política, às letras e à música.

Cada pessoa tem a sua identidade, as suas caraterísticas, as suas qualidades e defeitos, não importa a sua classe social, o seu poder económico, a sua altura, a sua idade, a sua etnia, ou o seu sexo, cada um é como é.

Por isso apelo que façamos, não só dia 8 de março, mas os restantes dias do ano, dias da mulher, e claro, do homem, porque não podemos criticar pessoas que cometem e apoiam atos injustos, e fazermos o mesmo. Tratemos toda a gente por igual, sempre, somos todos habitantes do mundo, todos merecemos ser tratados com igualdade.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D