Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Favoritos de Junho | Música, Séries e Youtube

Olá!

Decidi fazer um post de favoritos este mês, referente ao mês de junho. Eu penso que nunca fiz um post de favoritos, mas bem, porque não?

Falando primeiro sobre música, que foi a área que explorei imenso este mês, eu criei uma playlist no Spotify (na verdade criei duas, mas pronto)! Tenho Spotify desde ano passado, mas nunca lhe liguei muito, sempre passou muito ao lado. Isso mudou este mês, quase não vou ao Youtube, passo a vida no Spotify!

Mas vá, sem mais demoras, vamos à parte que vos interessa mais, que é mesmo a música.

 Navegando pelo Spotify, descobri esta música que eu adorei. A letra é mesmo gira, a melodia transmite-me alegria e deixa-me meio eufórica, tanto que faço aquelas sessões de karaoke e playback...

 

 Esta música é muito doce. Outra descoberta do Spotify, faz-me feliz. Eu não sei muito que dizer, mas o pensamento vai para a minha irmã. Aquele ser inocente que eu quero proteger e do qual levo imensas "patadas", mas que ainda assim quero evitar ao máximo que se magoe. Sou uma irmã preocupada, apesar de tudo. Acho que qualquer um que sinta a necessidade de proteger o próximo, consegue relacionar essa música a essa pessoa.

 

 Esta música passa-me uma vibe de verão tranquila e eu gosto disso. Costumo gostar mais do refrão, aqui pelo contrário, gosto mais da restante música, o refrão não me cativa tanto...

 

 Esta música é mais tristezinha, eu adoro-a na mesma. Eu acho fofa e não consigo conter o sorriso ao ouvi-la, a melodia tem sido das minhas favoritas. Talvez me lembre dele, não sei, de qualquer forma está na minha lista de favs.

 

 Esta música, eu admito, é meio que um guilty pleasure porque é daquelas que me faz pegar no sublinhador e começar a dançar e a cantar pelo quarto fora (quando falo de dança falo de tudo menos dança. A Abby Lee Miller ia gritar comigo se visse).

 

 Há sempre um artista que se vai repetir quando falo de música, desta vez a "vítima" foi uma das minhas novas bandas favoritas: All Time Low.

Esta música dá-me uma ideia de despedida, o adeus de uma fase para outra, nomeadamente faz-me pensar no fim do secundário. Não me perguntem porquê, nem ando lá ainda, mas sinto que é um grande adeus.

 

 Esta música é mais triste, mas eu adoro tudo acerca dela. A música que Kristian Kostov levou para representar a Bulgária no Festival da Eurovisão este ano, apesar de ser fantástica, não foi suficiente para bater o nosso Salvador Sobral.

De qualquer forma, posso afirmar que a Bulgária esteve bem representada. Em inglês (essa parte eu agradeço imenso, não ia perceber nada de búlgaro, então nunca iria entrar nos favs), não sei que lugar obteve, mas no meu ranking merece um lugar alto. Esta música lembra-me um pouco de uma certa personalidade, eu fartava-me de ouvir isto quando falavamos, traz-me muitas memórias felizes, por isso continuo a ouvi-la de quando a quando.

 

 Há uns meses atrás (lá para fevereiro ou coisa assim), falei-vos da banda pela qual me tinha apaixonado: Chase Atlantic. A música que conheci primeiro foi a "Friends" e é uma das minhas favoritas, posso ouvi-la quinhentas mil milhões de vezes, que nunca me vou cansar. 

Recentemente eles lançaram um novo álbum e eu, depois de ouvir as músicas todas, selecionei algumas para falar aqui. A primeira é esta, gosto muito dela, não posso dizer que é a minha favorita, mas adoro-a! A vibe não é aquela calmaria, ainda bem, não é o que espero deles, penso que têm que ser músicas mais fortes, tenho essa impressão deles e apesar de terem uma outra que me desilude nesse aspeto, fico feliz por manterem a vibe pesada.

 

 Apesar de ter gostado do álbum todo, esta foi a minha música favorita. Eles recuperaram a minha consideração depois daquela música que eu detestei ver no álbum deles, a "Roxanne". Não é que eu não goste de músicas fofas, toda a gente sabe que gosto, mas ao ver o estilo geral deles, aquilo não encaixa e desilude-me. Felizmente eles passaram de "Roxanne why do you have to leave me on my own?" para "I'm about to take you back to church, well tell me your confessions baby what's the worst now".

 

 Eu vou falar de música em português porque esta música fez-me acreditar que Portugal tem muito talento que não é devidamente reconhecido, por erro nosso, muitas das vezes. Muitos de nós não acreditamos no nosso povo, mas eles surpreendem-nos.

Esta música transmite-me paz e amor, chega a ser triste, quando a ouvi pela primeira vez com toda a atenção, quase chorei. Achei-a emotiva.

 

 ÁTOA, uma banda portuguesa, muitas vezes comparada com os DAMA. Sempre gostei muito mais deles que dos DAMA, esta música vence qualquer uma. Não é a tal música fast-food, tem significado. Os DAMA também, mas é aquela questão de gosto pessoal. DAMA começou a ser muito injetado na rádio, comecei-me a aborrecer da música deles porque é sempre tudo igual e passa na rádio 5 vezes por dia.

 

A minha lista quanto à música está fechada, a minha conclusão é que a música portuguesa não está perdida e limitada a música pimba e kizombadas. Agora, vamos lá passar às séries que tenho andado a ver.

 

  • Gossip Girl 

Já tinha começado a ver, mas parei por causa da escola. Assim que as férias chegaram, é maratona de Gossip Girl à noite a torto e a direito. Adoro esta série, é divertida, é dramática, é escandalosa, todos os ingredientes para gostar, não é verdade? Vá não é bem assim, também gosto por ter realidades parecidas à minha. Quais? É um segredo que nunca direi.

Neste momento estou a poucos episódios de acabar a temporada 3 e passar para a 4, que segundo o que ouvi, promete. Mas convenhamos, há alguma vez em que GG não prometa? Claro que não!

 

  • Pretty Little Liars

Eu tinha começado a ver, mas com as aulas e Gossip Girl, eu desisti de ver porque achei que não fosse o meu tipo de série. Tanto as minhas amigas me azucrinaram para eu ver, que eu cedi e vi um episódio. Só que com esse episódio, vieram os outros todos, e neste momento já estou quase a acabar a temporada 2.

 

Acerca de Youtubers, este mês fiz uma nova subscrição da qual não me arrependo. A youtuber de que falo é a Mariana Gomes. Adoro a vibe do canal dela, os vídeos dela, o estilo dela, e acima de tudo, a forma de ser.

É sem dúvida aquela subscrição que eu recomendo a 100%, e que quem a faz, nunca se arrepende.

 

Estes foram os favoritos deste mês, talvez faça um para o próximo mês, quem sabe. Não prometo nada que não consigo cumprir, portanto, vai ser uma hipótese em aberto...

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D