Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Não sentia saudades nenhumas...

Não sentia saudades nenhumas de escrever imenso.

Não tinha saudades nenhumas de ouvir aquela voz estridente dizer "Chamada Orais!".

Não tinha saudades nenhumas de ouvir o meu professor a repetir triliões de vezes a mesma coisa que disse há milésimas de segundos atrás.

Não tinha saudades de ir para a cama às 22:30.

Não tinha saudades de acordar cedo.

Não tinha saudades de alguns olhares que me lançam no intervalo.

Não tinha saudades que me ensinassem a minha vida.

Não tinha saudades da pressão toda em cima de mim.

Não tinha saudades das olímpiadas da matemática e da pressão de ficar sempre em 1º.

Não tinha saudades das aulas de EV.

Não tinha saudades da imposição de um desporto de competição que eu não quero fazer.

Não tinha saudades de ter que ir de calças porque está frio de manhã.

Não tinha saudades de perder horas a ouvir professores a falar.

Não tinha saudades de ter que ficar sempre em primeiro.

Não tinha saudades do aviso a dizer que faltam menos de 15 minutos para o PC encerrar.

Não tinha saudades dos trabalhos de casa.

Não tinha saudades de falar francês.

Não tinha saudades de ter tempo contado aos fins-de-semana.

Não tinha saudades de não ter tempo nenhum.

Não tinha saudades de me cruzar com cobras cascavéis todo o santo dia.

Não tinha saudades de dormir nas aulas.

Não tinha saudades das discussões em casa.

Não tinha saudades de preparar a mochila.

Não tinha saudades de levar o saco de desporto cinzento enorme e pesado.

Não tinha saudades de ter treinos todos os dias.

Não tinha saudades de não poder falar com os meus amigos.

Não tinha saudades da falsidade.

Não tinha saudades de nada disto, mas infelizmente tenho que conviver com isso, não há nada que eu possa fazer para o mudar.

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D