Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Quando te apercebes que se aplica a ti

Depois de algum tempo percebi que a "Treat You Better" até se aplicou a mim, uma vez por 99% e outras quantas por 50%.

Vamos passar ao primeiro cenário, o da realidade mais "dura".

Tive uma crush num rapaz, não era só uma crush, era algo mais forte, eu gostava mesmo muito dele. Nós éramos amigos, mas ele quando descobriu que eu tinha sentimentos por ele tratava-me mal, mas eu persistia na situação.

Entretanto, comecei a dar-me com um rapaz mais velho, que conheci no meu 6º ano no volley, mas que como ele saiu da escola porque andava no 9º, nunca mais me dei com ele (reencontramo-nos numas coisas do volley). Éramos melhores amigos, e ele sabia que eu gostava do tal otário.

Ele passava a vida a dizer-me que eu não merecia alguém como o meu crush, que merecia mais, que o próprio me tratava muito melhor que ele, que via na minha cara que quando eu dizia "Eu não me importo" era mentira. Mais tarde o meu melhor amigo da altura pediu-me em namoro, mas eu rejeitei porque não foi numa boa altura e não soube lidar.

Esta deu para perceber que foi quase igual ao que se retrata na canção. Passemos às outras situações mais soft.

O meu irmão mais velho, sabia das minhas paixonetas e basicamente aqueles rapazes eram uns otários, partiam-me o coração, ignoravam-me, perguntavam por mim, deixavam-me, faziam-me coisas que me partiam o coração em mil pedacinhos. O meu irmão dizia que eu não podia ligar, que eu não merecia, que se pudesse lhes partia a cara, chamava-os de nomes ofensivos, e dizia que eu era fantástica, que a culpa não era minha, e que uma miúda como eu merecia alguém decente e não uns putos.

Sim, porque eu culpava-me, desculpava as atitudes deles, o facto de me chamarem gorda, e outras coisas que tais, desculpava isso tudo, os atos deles com o facto de eu não ser boa o suficiente, de a culpa ser minha, ele não suportava isso.

Talvez isto não se aplique tanto, mas acaba por se aplicar um bocado.

É o que eu digo, não tive nenhuma alegria, nada! A minha vida amorosa é definitivamente um fiasco!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D