Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Mudando de novo

Olá!

A menos de um mês de começar as aulas (está a dar-me aquela dorzinha no coração beeemmm granduxa), decidi que era altura de começar de novo. Vou começar um novo ciclo, o Secundário. Tudo do 0, sem conhecer as pessoas, a escola, os professores, até mesmo algumas disciplinas.

Como tal, fiz o que faço sempre. Mudei o meu cabelo para anunciar uma nova fase na minha vida. Não o cortei, não apliquei extensões (nem sei porque pensariam isso, nunca o fiz), mas pintei-o e mudei o meu hairstyle.

Deixei-me de bandoletes (não é que não goste, mas acho que tenho que começar a ser ligeiramente diferente e deixar para trás o que passou) e passei a fazer outros penteados (algo a ser tratado num próximo post).

Troquei o meu acobreado (que já não era nada com nada, apenas uma cor esquisitamente bonita com raízes castanhas, como eu chamava, de madeixas de nutella) por um vemelho intenso (para quem estiver interessado é da gama da Olia), que me proporcionou outro look bem mais diferente.

Faz bem mudar de novo, foi o que eu fiz. Desta vez mudei por mim, não porque algo de mau me aconteceu, mas porque eu quis mesmo fazê-lo e começar de novo, numa nova escola, tudo em grande como não pode deixar de ser.

Mudem por vocês e pela vossa felicidade. No entanto, antes aceitem as vossas caraterísticas que fazem de vocês quem são. Só a seguir vão poder mudar e sentir-se confortáveis com a vossa mudança. 

Be simple. Be original. Be youself.

Bye buys!

Love you with all my heart!

Fresh Haircut

Olá!

Devem estar a perguntar-se porque é que desapareci durante estes dois dias (acho que foram dois, mas btw), digamos que temos uma novidade na minha vida.

Não é segredo para ninguém que eu adoro cortar o cabelo, e naquele último post sentimental que fiz, disse que não sabia de que cor pintar o cabelo, e também não sabia se havia ou não de cortar.

Na 4ª-feira, fui com a minha irmã ao cabeleireiro porque ela queria fazer franja e cortar o cabelo. Decidi que era hora de também dar uma repaginada no meu look, e antes que pensem, ainda não foi desta vez que pintei. 

Eu decidi cortar o cabelo ligeiramente acima do ombro, e adorei! Eu estava com receio, mas consigo relembrar agora, a facilidade do cabelo curto. É muito mais versátil, dá um ar mais leve, faz-me parecer mais alta, mais nova, e acima de tudo, poupo dinheiro no champô (provavelmente está mal escrito, mas vamos ignorar esse facto), e na água que gasto.

Percebi que definitivamente, cabelo comprido não é a minha onda. Eu tenho muito cabelo, cabelo esse que é muito grosso, então cai-me imenso cabelo, transpiro muito mais, e não vale a pena.

Mais uma vez, fiquei feliz por recorrer à minha cabeleireira habitual, que nunca me desiludiu em moment algum, e eu vou lá desde que tenho 8 anos, por isso vejam lá.

Bem, se tudo correr como previsto, no próximo mês pinto o cabelo e está a andar, um look de verão on fleek!

haircuts-46.jpg

 Be simple. Be original. Be yourself.

Love you 'till the moon and back!

Bye guys!

Já me passou!

A vontade de cortar o cabelo foi misteriosamente embora, já não me parece tão fixe cortá-lo, vou continuar a deixá-lo crescer até ficar ennnooooorrrmmmeee!

Já consigo fazer as minhas tranças, o que é ótimo! Definitivamente, não vou cortar o cabelo, nem pensar nisso!

E está-me a dar!

Acho que não é segredo para ninguém que eu sou uma miúda de cabelo curto, eu gosto muito de cabelos compridos, mas não em mim.

Entretanto o meu cabelo passou-me a clavícula e quase que me bate no peito, ora eu já me estou a começar a passar, o calor está a fazer com que eu queira cortar o cabelo e ficar com ele curto já!

E vocês devem estar a pensar "Mas ó Bella, se queres cortar o cabelo, porque não cortas?", pois... aí vem um facto muito interessante sobre a minha pessoa.

Aqui a Bella, é bipolar. Está sempre a queixar-se que quer cortar o cabelo e que não a deixam, mas depois arrepende-se, e põe-se por aí a choramingar que queria ter o cabelo comprido. Eu sei, eu sei, nada paciente!

 

O segredo do meu cabelo

Acho que toda a gente dava tudo para perceber o seu cabelo, pois eu, também dava tudo, mas descobri no meio desta semana atribulada.

O meu cabelo sempre foi liso, e por muito que eu quisesse e desejasse nunca ficava ondulado, quando o cortei foi um milagre ter começado a ondular, no entanto, eu não conseguia perceber o segredo para o deixar ondulado ou liso.

Esta semana descobri como é que o meu cabelo pode ondular e, ao contrário do que pensava, é bem simples e não é nada de transcendente.

Eu tenho sempre o hábito de secar o cabelo, e ele faz uma onda do lado direito, mas eu queria que ele ondulasse mais, mas como tinha mini-teste no dia seguinte e tinha de estudar deixei-o secar normalmente, ou seja, ao natural e ele ganhou uma ondinhas (isto sem o pentear, sim eu sei, sou muito preguiçosa, mas o meu cabelo não ganha nós). No dia seguinte quando acordei estava todo ondulado, só o penteei com o pente e apliquei um spray, ficou perfeito!

Ficou muito parecido a isto:

 Eu adorei, foi uma muito boa experiência! Mal posso esperar por ver quando o meu cabelo crescer!

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D