Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Review | Dance Moms: Season 1

Finalmente acabei a primeira temporada do meu reality-show predileto (é o único que eu vejo e o único de que gostei realmente até hoje). Estou a meio da segunda temporada, mas lembrei-me de fazer a review da primeira temporada porque achei que fosse muito confuso.

O que achei da primeira temporada? Gostei! Eu gosto de ver as coreografias, ver quem fica no topo da piramide e em baixo, gosto de ver isso tudo, o que mais detesto é o drama excessivo (na minha opinião) por parte das mães.

As minhas bailarinas favoritas? Eu tive umas quantas, mas vou por tópicos, assim fica mais explícito.

 

  • Mackenzie

Eu adorei a Mackenzie, primeiro porque é a mais nova e dança incrivelmente bem, gosto da forma como ela encara as coisas, não é tão stressada como maior parte das miúdas e eu aprecio bastante essa caraterística nela. Ela prefere divertir-se em vez de se preocupar se a Abby vai gritar com ela. Além de que é a mais querida, mais adorável do grupo!!!

  •  Brooke

Eu adoro a Brooke, e em certo ponto estive numa situação como a dela. Eu andava na natação com miúdas e miúdos com 6/7/8 anos, e eu tinha 13 anos... 

Já ela dançou com miúdas dessas idades e foi complicado para ela, obviamente...

  •  Maddie

Eu gosto da Maddie, no entanto, ela não é a minha favorita. A Maddie é uma bailarina incrível, mas eu sou da opinião que a favorecem um pouco, tratam-na de forma diferente e eu não gosto muito disso... No entanto, admiro imenso a dança da Maddie, ela é o máximo!

 

  • Chloe

A minha bailarina favorita! Eu adoro a Chloe! Eu sinto-me muito como ela, porque há uma rapariga lá na turma que ganha tudo, tem muito mais oportunidades (dadas pelos professores), tem um tratamento especial, tudo e mesmo que ela faça as coisas mal, passam-lhe a mão na cabeça. Eu adoro a Chloe porque eu acabo por ser como ela...

 E bem, eu aconselho imenso a verem! Alguém aqui segue?

 

Nem um passo!

Recebi os exames e felizmente, eu apenas tenho os ossos mais salientes, o que explica o desnível, quanto ao inchaço, vou ter que por gelo e tomar Brufen, o que resulta numa semana inteira sem dançar, nem um passo de dança, nada!

O lado bom é que vou poder voltar a dançar, porque tanto quanto o que apuraram, tenho as costas direitas, ou seja, os meus pais vão-me por na dança, o que eu estou muito ansiosa sobre!

Vamos lá para a dança fazer alguma coisa de jeito, ou pelo menos vamos tentar!

 

I'm not dancing anymore

Infelizmente, eu não posso dançar mais, eu não posso treinar, apesar de ainda não ter os meus exames feitos, eu não posso fazer isso.

Eu tenho a cervical torta, ontem ela estava inchada, vermelha, não pela dança, mas porque eu bati com a nuca num ferro, foi aí que se notou que eu tenho os elos "encavalitados" uns em cima dos outros. Até a estar deitada me doía, custou-me a adormecer devido a isso, quando acordei ainda me doía e realmente a cervical está torta, saída para fora!

Eu antes de ter batido com a nuca tinha feito um exercício e não me doía nada, neste momento eu tenho uma dor na nuca que me impossibilita de o fazer.

Estou triste, muito triste, vai custar-me, mas a minha saúde é mais importante...

 

Quando vou dançar...

Estava aqui a ver um vídeo de uma Youtuber portuguesa que eu adoro, a Inês Rochinha, sobre as danças das pessoas, e resolvi comentar aqui no blog que tipo é meu.

 Eu sou aquela que se insere muitas vezes nos "Já bebi demais mas vou continuar a beber" (ainda que não tenha tocado numa pinga de álcool), com a combinação do tipo "Tirem-me daqui", mais "A sensualona a dar tudo" e "Quero fazer qualquer coisa com as mãos", juntando "Não posso estou às SMS's", esta é a minha dança, misturamos tudo e pronto, já está. 

Calma, eu não faço isso tudo ao mesmo tempo, depende do mood, o que é engraçado, quantas vezes não estive a dançar assim. Música em que eu já estava mais para lá que para cá, música que eu só dançava porque sim, twerk, qualquer coisa, e mandei SMS's às minhas amigas, tantas vezes seguidas, e quando eu conjugo a primeira com a terceira ou a primeira com a quarta é que é giro, uma é "wow" outra é "ahahahah" e há outras tantas combinações que eu faço.

E vocês? Que tipo de dança é a vossa?

#5 Sweet 14: E até o meu vestuário é assunto de conversa

Hi people! O assunto da dança anda muito presente por todos os lados, uns dizem que para fazer a boa coreografia precisamos só de saber de dançar, outros dizem que é preciso química. Eu sou da opinião que a química é mais que necessária, eu vi pares com química que resultaram muito bem e vi pares com química que foram o máximo!

Eu e o meu ex trocámos uns olhares, mas sei lá, parece que o clima entre nós está muito tenso, parece que só nos entendemos a dançar, e eu confesso que eu quero dançar mais com ele.

Segundo algumas colegas nós os dois fomos a Riley e o James lá da turma. Aquela dança teve aquela ligação que nós nunca tivémos. Até da minha roupa se fala!

Volta-se uma colega minha e pergunta-me se vou com os calções outra vez, e perguntou-me se dava jeito. É óbvio que me dá jeito dançar com eles, senão nunca os teria vestido!

Depois disto vou mesmo oficializar que vou para a dança, o meu segredo já foi descoberto, não tenho nada a perder. Sempre gostei de dançar, fiz de conta que não sabia para não me chatearem,fiz-me de indiferença, mas a verdade é que nunca tive aulas porque me diziam que era o mesmo que um saco de batatas de tutu, neste momento quero contemporânea e quem sabe danças de salão, coisas que gosto de dançar.

 Lição do dia: Não escondas o que gostas de fazer porque mais tarde ou mais cedo vai ser descoberto e comentado.

Dica de hoje: Se for dança e te invejarem e por isso virem com conversas de calções responde irónicamente.

#4 Sweet 14: Quando tens de dançar com um rapaz

Hi people! Hoje em educação física estivemos a dar o tchá tchá tchá, eu achava que a dança era complicada, mas isso estava longe de ser o meu maior problema. A stora esteve a explicar os passinhos todos, e eram fáceis, o problema foi precisamente o par. E não, eu não tenho problemas em dançar com um rapaz, o problema é o rapaz!

Eles parece que têm medo de nos agarrar, só pousam mesmo a mão na cintura para não dizerem que eles não a colocam depois e mais nada, e como é óbvio, nunca sai bem. O meu par estava sempre a brincar e eu detestei dançar com ele.

Andamos aí numa rotaçãozinha e quando chegou a altura trocámos de par e eu dancei com o meu ex-namorado, não dançávamos juntos desde ano passado, mas ano passado foi apenas uma dança. Acabámos aos 10 anos, depois de quatro anos juntos. Aos 10 anos já dançávamos juntos de vez em quando, mas em segredo, nunca ninguém soube que sabíamos dançar, ele ensinou-me mas para todos eu sempre fui pé de chumbo, de propósito aliás.

Hoje pareceu que voltámos atrás no tempo, parecíamos as mesmas criancinhas que dançavam juntas. Com ele as coisas fluíram, nada muito complicado, nada de pensar muito, só dançámos. Foi giro, quando reparei tinha uns 6 amigos a olhar para nós com cara de "A sério que dançam assim?", um deles voltou-se para nós e foi "Vocês os dois têm muita química!" e os outros concordaram, eu fiquei a pensar nisso, ele é que me ensinou tudo o que sei, não é por acaso que não sou um desastre e não piso pés.

O certo é que tudo depende do par que tens, agora andamos a ver se trocamos de pares, porque honestamente eu preferia ficar com ele, e como deveria ser mistas, não sei se ele quer, mas ainda temos de ver.

O irónico da coisa é que há cerca de quatro anos atrás, eu era a mais alta e ele o mais baixo, éramos ambos mais gorduchos e éramos completamente diferentes tanto fisicamente como psicológicamente, agora somos opostos, ele é o mais alto com alguma diferença, eu sou a mais baixinha, estamos mais magrinhos, o corpo é diferente, pensamos de maneiras diferentes e deixámos a mágoa do término de lado, e há algum tempo somos amigos.

Mas logo vos conto como foi dançar e apresentar isto, espero que seja bom e que eu tire boa nota!

 Lição de hoje: Dança naturalmente e sem problemas com um rapaz

Dica de hoje: Arranja um bom par e solta-te

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D