Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

É dia do pai e eu fiz asneira

Hoje de manhã acordei e fui às redes sociais, era tudo a por fotos com o pai e a desejar um bom dia do pai, mas o que é que eu fiz? Levantei-me, fui tomar o pequeno-almoço, o meu pai foi às compras com a minha avó e eu fiquei em casa a ler e a ver televisão.

Quando eles chegam eu continuo na boa a ler, vou para o meu quarto, tudo na boa. Vamos almoçar e eu não digo nada, até que no telejornal aparece no rodapé que é dia do pai, eu abraço o meu pai e lá lhe dou um feliz dia do pai, mais uma vez voltei a esquecer-me!

A missão não esquecer o dia do pai foi um desastre, assim como o meu 300º post!

 

Sou uma filha terrível

Eu não sei se já vos contei que sou uma filha terrível e a razão pela qual afirmo isto com toda a certeza, mas conto outra vez na mesma (caso já tenha contado).

Este ano eu esqueci-me completamente do aniversário da minha mãe, passou-me mesmo. O problema não foi esse, isso não é o pior.

No dia anterior eu adormeci a pensar que mal acordasse lhe tinha de dar o parabéns, mas os Globos de Ouro eram naquele dia e eu também queria saber se Jennifer Lawrence tinha ganho ou não.

O certo é que levantei-me com a ideia de ir dar à minha mãe os parabéns, mas fui à casa de banho arranjar-me e quando cheguei à beira dela à cozinha não sei o que me deu, esqueci-me completamente e perguntei-lhe se já se tinha falado dos Globos de Ouro na televisão e se já tinham dito se a Jennifer Lawrence tinha ganho, fiquei a dizer isto até ir para a escola.

Quando estávamos a escrever o sumário perguntei o dia a uma colega e ela disse-mo, não estão bem a ver o que foi. Há hora do almoço fui com um amigo meu à papelaria em frente da escola comprar um postal de aniversário e, como a florista estava fechada, não lhe trouxe nenhuma flor.

Senti-me mesmo mal, TODA a gente se tinha lembrado, menos EU! A minha mãe disse que não fazia mal porque estava numa fase de ataques de ansiedade muito seguidos, e que por isso, era natural ter-me esquecido, mas eu não mudo a minha opinião.

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D