Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Lost in a Cloud

Be simple. Be original. Be yourself.

Acho que há coisas para as quais não é preciso ter idade, mas estômago

Querem que seja tutora de crianças com problemas. Tomam a minha vida como perfeita sabendo perfeitamente que não é. Dizem que eu tenho idade para fazer isto. Eu discordo.

Eu tenho uma vida. Tenho um passado. Tenho um presente. Ninguém disse que era fácil, exceto eles. Tomam-nos como garantidos. Não sabem cativar-nos. Não sabem falar connosco.

Eu não preciso de idade para ajudar alguém que precisa. Eu não preciso de pedidos e/ou ordens para ajudar alguém, porque isso, já eu faço sozinha. Detesto ver pessoas a sofrer, detesto ver pessoas a perderem a esperança gradativamente, dia após dia. Eu não preciso de nada disto, eu só preciso de uma coisa: estômago.

Eu já vi de tudo, nenhum cenário me vai surpreender. Eu sou ansiosa, é uma realidade, mas eu ajudo as pessoas. Eu não preciso de ajudar ninguém porque me pediram para o fazer, eu posso fazê-lo por mim.

Eles podem não me qualificar para fazer isto, mas a verdade é que naquela sala, sou uma das pessoas que mais conseguir compreender aquelas pessoas. Muitos são meninos da elite que fazem tudo o que lhes pedem, não são contra, como é que eles podem realmente ajudar um miúdo com problemas? O miúdo revolta-se contra eles porque eles só vão estar a defender o ponto de vista retrógado da escola.

Não sei se me expliquei bem, não quero saber se fiz sentido ou não. Quando começar o 9º ano vou saber o resultado, se passar vou ser tutora, caso não passar, espero bem que os meus companheiros façam alguma coisa de jeito àqueles miúdos e que não os façam sentirem-se pior.

E a idade passa e a parvoeira aumenta

E a música do filme de que falei na qual estava viciada, não é, antes que comecem a pensar, a Love Me Like You Do, nem a Earned It (essa tive a fase em que andava viciada a ouvi-la, mas já passou), mas sim a da Beyoncé e não é a Haunted é a Crazy in Love. 

É como eu digo, a idade passa e a parvoeira aumenta, nomeadamente comigo está a ser assim. Eu não sei, eu tenho outros interesses, outras conversas, já venho a notar isto, eu tenho mudado.

E porquê aquela música, só pelo título já me diz muita coisa porque eu sou assim, quando sinto um fraco, uma atração ou alguma cena assim por alguém, sou meia maluca, quer dizer, bem mais maluca!

Quem gosta da música aqui?

 

 

Quem está deste lado?

Uma adolescente com os seus consistentes 15 anos que sobrevive às adversidades do dia a dia, acompanhada do seu blog, onde conta as suas peripécias e aventuras.

Estudante de secundário durante o dia, blogger durante a noite. Uma apaixonada pela escrita de todo o tamanho. Pensadora nata. Eterna sonhadora.

Para muitos um livro aberto, para outros um mistério por resolver.

Intrigado? Fica por estes lados e talvez desvendes o mistério.

Apresentação Visual

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D